sexta-feira, 29 de maio de 2009

AULA 16: Resiliência

Resiliência é um conceito oriundo da física, que se refere à propriedade de que são dotados alguns materiais, de acumular energia quando exigidos ou submetidos a estresse sem ocorrer ruptura. Após a tensão cessar poderá ou não haver uma deformação residual causada pela histerese do material - como um elástico ou uma vara de salto em altura, que se verga até um certo limite sem se quebrar e depois retorna com força, lançando o atleta para o alto.

Resiliência Cristã - A forma de acabar com as crises existenciais

Constantemente encontramos pessoas estressadas, amarguradas, aborrecidas e esgotadas devido às pressões dos tempos modernos.

Razões diversas podem ser apontadas como, por exemplo, a Sociedade de Consumo, o trânsito congestionado as exigências da competição no Mercado de Trabalho, a poluição atmosférica, o achatamento salarial e tantas outras. São pessoas infelizes que infelicitam os outros.
Um dos maiores motivos da infelicidade ao nosso redor está na falta de entendimento das determinações e ordens do Senhor Jesus Cristo para toda a humanidade e em particular para os seus servos. Os discípulos de Jesus precisam entender compreender e acatar as ordens do Senhor para poderem encontrar a felicidade.

Quando nós nos preocupamos mais com o que devemos receber, do que com o que devemos pagar; com o que os outros nos devem dar do que com o que devemos dar aos outros nos tornamos amargurados e amarguramos a vida dos outros e entristecemos o Espírito Santo do Senhor que habita em nós.

O crente cheio de hiper-sensibilidade, (o que poderia ser traduzido por “não me toques” e a síndrome do “ninguém me ama ninguém me quer”), que se sente infeliz por qualquer coisa, acha que todos o estão perseguindo, ou que está sempre sendo preterida, precisando ser constantemente elogiado, colocado em evidência, que se sente sempre ameaçado, inferiorizado é por que está vivendo uma crise de identidade e precisa mudar sua postura, sua maneira de ver e sentir a vida cristã.

Um termo que está sendo usado pela psicologia moderna é RESILIÊNCIA, termo oriunda da física que significa a capacidade de certos materiais resistirem aos choques, e aplicado à psicologia, é a atitude e a postura das pessoas em resistirem às pressões e às crises, superando as dificuldades, as adversidades e os problemas.

Como aprendemos nos Salmos:

SALMO 9.1 EU te louvarei, SENHOR, com todo o meu coração; contarei todas as tuas maravilhas. 2 Em ti me alegrarei e saltarei de prazer; cantarei louvores ao teu nome, ó Altíssimo.

SALMO 18.1 EU te amarei, ó SENHOR, fortaleza minha. 2 O SENHOR é o meu rochedo, e o meu lugar forte, e o meu libertador; o meu Deus, a minha fortaleza, em quem confio; o meu escudo, a força da minha salvação, e o meu alto refúgio.

O que você pode fazer pelos outros é mais importante do que o que os outros podem fazer por você. Você, como servo de Cristo deve se preocupar mais em dar do que receber.

Lembre-se das palavras do Senhor:- “Dai e ser-vos-á dado.” (Luc 6.38) e Filipenses 2:
1 Portanto, se há algum conforto em Cristo, se alguma consolação de amor, se alguma comunhão no Espírito, se alguns entranháveis afetos e compaixões,
2 Completai o meu gozo, para que sintais o mesmo, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coisa.
3 Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo.
4 Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros.

Portanto vamos nos preparar para servir ao Senhor e tenhamos a resiliência necessária, para vencermos todas as dificuldades e sermos servos úteis do Senhor.

Resiliência – uma resistência para os sofrimentos da vida

Como vencer as mais duras e severas crises e desafios sem perder o ânimo? Essa pergunta tem sido feita por muitas pessoas ao longo da história. Milhares de servos de Deus tem sido vitoriosos em suas lutas contra as adversidades da vida. Alguns tiveram o privilégio de terem seus nomes registrados nas páginas das Sagradas Escrituras. Hebreus 11 apresenta a galeria dos heróis da fé, que com impávido valor lutaram e alcançaram a vitória.

"Apagaram a força do fogo, escaparam do fio da espada, da fraqueza tiraram forças, na batalha se esforçaram, puseram em fuga os exércitos dos estranhos". Hb 11.34

Qual é o segredo para resistir o dia mal? O segredo está numa palavra chamada resiliência. Mas, o que significa essa palavra?

Segundo Mara Regina, uma pesquisadora da UFRS, resiliência "é a capacidade que o ser humano tem de responder de forma positiva às demandas da vida quotidiana, apesar das adversidades que enfrenta ao longo de seu desenvolvimento".

De acordo com o psicólogo e educador George Souza Barbosa, resiliência é "um atributo da personalidade desenvolvido no contexto psico-sócio-cultural em que as pessoas estão inseridas".

Empregando essa palavra para o contexto evangélico, podemos aplicá-la à forma como enfrentamos os desafios da vida - as lutas, perseguições e tribulações que enfrentamos. A resiliência é uma força existente dentro do ser humano. Ela pode ser desenvolvida ou esquecida.
É essa força que nos impulsiona a buscar ao Senhor, quando necessitados estamos. A resiliência impulsiona a envidar todos os esforços que temos, com a finalidade de alcançar a vitória sobre o sofrimento.

Gideão exausto, ainda achou forças para lutar. A mulher do fluxo de sangue venceu os obstáculos e tocou em Jesus. O cego Bartimeu clamou bem alto. Enfim, são muitos exemplos bíblicos de pessoas que no ponto máximo de seus sofrimentos, tiraram força da fraqueza para obterem a vitória.

Estudos de caso: Jó e Jacó

2 Equipes, cada uma lê o material extra sobre um personagem bíblico e em seguida faz a explanação, teatralização, etc.

Deus nos oferece a armadura para que possamos resistir, e o nosso dever é tão somente tomá-la e fazer o devido uso dela. Diz a Palavra de Deus: “Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes". Ef 6.13

Com a armadura de Deus e um pouco daquilo que podemos fazer, resistiremos as mais difíceis agruras da vida.

Algumas sugestões para você ser resiliente:

Solicitar 5 pontos de cada equipe. Primeiramente individualmente, em seguida os 5 pontos da equipe.

- Manter-se calmo quando estiver sob pressão
- Controlar os impulsos e emoções
- Manter firme a convicção de que Deus mudará as coisas
- Identificar as causas dos problemas e orar apresentando-os a Deus
- Compreender as emoções das outras pessoas
- Estar dentro da vontade de Deus, mesmo em meios aos problemas
- Estar ligado a pessoas que podem te ajudar espiritualmente

Seja resiliente. Resista às tempestades da vida sabendo que Deus é contigo e te dará a vitória. Não te dê por vencido, mas lute até o fim.

Fontes: http://pt.wikipedia.org/wiki/Resiliência
http://www.adcaceres.com.br/index.php?page=textos.php&cn=98&id=3310
http://www.adiberj.org/modules/smartsection/item.php?itemid=305
http://www.sel.eesc.usp.br/informatica/graduacao/material/etica/private/o_que_e_resiliencia_humana_uma_contribuicao_para_a_construcao_do_conceito.pdf

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Combate à Esclerose Múltipla

Estou sempre um dia atrasado, mas mesmo assim vale à pena postar sobre assunto tão relevante.

Ontem, dia 27 de maio foi o dia do Combate à Esclerose Múltipla, doença que atinge o sistema nervoso central e ativa o sistema imunológico contra as próprias estruturas neurológicas.

Atividades de conscientização sobre a doença ocorrerão em mais de 100 países, entre eles a Grécia, Portugal, a Índia, Itália e os Estados Unidos. O Brasil não teve nenhuma atividade programada, porém recebi o video abaixo que me tocou profundamente nesta questão.

Segundo a Associação Brasileira de Esclerose Múltipla (Abem), o país tem mais de 30 mil portadores da doença, sendo que apenas 5 mil recebem tratamento adequado devido à demora no diagnóstico.

Os sintomas da esclerose podem ser visão borrada ou dupla, fadiga, fraqueza, formigamento, dormência nos braços ou pernas, incontinência fecal ou urinária, dificuldade para falar, relatos de apatia, desatenção, euforia, choro súbito, entre outros. A doença não tem cura e o diagnóstico precoce é fundamental para controlar o mal e evitar o desenvolvimento de possíveis incapacidades físicas.

Vejam este vídeo lindo sobre o assunto em questão.

Incondicional - Oficina G3 (clipe)

Fenomenal. Pra quem não viu o clip do Oficina G3. Se puderem assistam em HD.

terça-feira, 26 de maio de 2009

Vida Resumida

Músicas Relativas a Esporte


Ainda no clima da nossa Festa Esporte, resolvo postar sobre as músicas que foram escolhidas para animar a nossa festa.

Pensei que seria difícil encontrar músicas com o tema Esporte, e realmente foi, mas não tanto quanto eu esperava...

A única música que tinha em mente era País da Adoração, do André Valadão. Então pedi ajuda aos meus amigos. Nem todos me ajudaram, o único que me deu uma luz foi o @rafsg3_T que me indicou a música Campeão da Aline Barros.

Fui à procura e encontrei um CD da época da Copa de 2006, com as músicas Hexacampeão da Nádia Santolli, Gol de Emanuel do Magno Malta, Pedala, Crente dos Arrebatados, a linda faixa Seleção de Cristo com 4/1 e Kleber Lucas Arrebatados batendo um Bolão dos Arrebatados, Unidos pelo Amor Remix da Marina de Oliveira e Vamos lá, Brasil do Melosweet.

Para incrementar músicas sobre dança, Geração que Dança com Adoração e Adoradores, a música 'de torcida' Mais que Vencedor do Diante do Trono, Dia de Festa com CTMDT nos convida a pular, correr, dançar na presença de Deus.

Superabundante Graça do Fernandinho não tem muito haver com o tema, mas foi escolhida pela sua alegria contagiante. Assim como a faixa Se Não For Pra Te adorar também do Fernandinho.

Representando as maratonas tem as músicas Correndo do David M. Quinlan e Correr Para Deus da Aline Barros. Os esportes náuticos foram lembrados com o hino Solta o Cabo da Nau do André Valadão.

Esportes radicais tiveram presenças com Alive do P.O.D. e Jesus Freak do Dc Talk, que por sinal foi a música que tocou num dos momentos mais legais da nossa festa...

Pra encerrar com chave de ouro, ouvimos a música Meu Universo do PG, linda melodia e letra que fala profudamente em nossos corações.

Segue lista das músicas

1. País da Adoração – André Valadão
2. Campeão – Aline Barros
3. Hexacampeão - Nádia Santolli
4. Gol de Emanuel - Magno Malta
5. Pedala, Crente - Os Arrebatados
6. Seleção de Cristo – 4/1 e Kleber Lucas
7. Geração que Dança – Adoração e Adoradores
8. Mais que Vencedor – Diante do Trono
9. Dia de Festa – CTMDT
10. Superabundante Graça – Fernandinho
11. Vamos lá, Brasil - Melosweet
12. Correndo – David M. Quinlan
13. Correr Para Deus – Aline Barros
14. Arrebatados batendo um Bolão - Os Arrebatados
15. Unidos pelo Amor Remix - Marina de Oliveira
16. Solta o Cabo da Nau – André Valadão + Delirious
17. Se Não For Pra Te adorar – Fernandinho
18. Alive – P.O.D.
19. Jesus Freak – Dc Talk
20. Meu Universo - PG

Aula 15: Conformismo, Indiferença e Coitadismo

Conformismo [De conformar + -ismo.] Substantivo masculino. 1. Atitude de quem aceita, sem questionamento, regras e valores sociais estabelecidos. 2. Atitude de quem se conforma com todas as situações.

"Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus" (Romanos 12.2 ).

Vivemos em uma sociedade, que sofre de três grandes problemas: o conformismo, a indiferença e o coitadismo. Essas atitudes (que na verdade são ausências de atitude), são extremamente maléficas sobre diversos pontos de vista. O que podemos dizer então quando uma pessoa possui esses três defeitos? Cria-se um perfeito modelo de submissão, onde tudo está bom, tudo sempre foi assim. Esse é um dos grandes males que assola nossa sociedade.

O câncer do conformismo tem invadido muitas igrejas. Os cristãos são uns conformados, quando não deveriam se conformar com o mundo

O casamento já estar relegado para um plano secundário. Um casal mal se conhecem, vão dormir juntos, e isso às vezes dura anos. Só depois dos filhos estarem crescidos é que se lembram de legalizar a situação; e isso, quando se lembram.

Falando no sentido religioso muitos preferem imitar àqueles que seguem uma religião de fachada; quando deveriam imitar os verdadeiros discípulos de Cristo. Muitas vezes imitam o mundo. E quando repreendidos, respondem: "Todo mundo faz assim". E Cristo faria isso?

Muitos chamados cristãos esquecem-se de que foram chamados para serem santos: santos comercialmente, santos na religião, santos conjugalmente, santos nas horas do lazer, nas horas do esporte etc.

O apóstolo Paulo, falando de Israel, diz que nem todo que é de Israel, é israelita. O Senhor Jesus dirigindo-Se a Natanael disse: "Eis ai um verdadeiro israelita em quem não há dolo!" O mundo atual é isso. Está havendo um grande conformismo. Esquecem-se do que Paulo disse: "Sede meus imitadores, assim como eu sou de Cristo".

Se Cristo voltasse hoje, reconheceria os que se dizem ser de Sua igreja? É hora de despertar, tomando consciência de que somos um povo escolhido, que sirva de referência para os demais povos. É hora de acordar e pensar seriamente nas palavras de Jesus que diz: "Quando o Filho do homem vier, por ventura achará fé na terra?" (Lucas 18:8) Os sinais do fim estão proclamando a aproximação do regresso do Mestre. Basta olharmos para os terremotos, para fome, para a multiplicação da iniqüidade, para o esfriamento do amor ao semelhante e do amor a Deus. Tudo isto nos deve causar pasmo! O Senhor Jesus disse: "Assim brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem ao vosso Pai que está nos céus".

Sempre escutamos aquelas velhas frases "Isso sempre foi assim...", "A corda sempre estoura do lado mais fraco..." ou "Uma andorinha só, não faz verão” “Não adianta remar contra maré" Isso vem de berço, dos pais, avós. Ou seja, durante boa parte de nossa vida aprendemos que não podemos promover mudanças, porque "tudo sempre foi assim". Talvez os pais usem isso, como uma forma de não ter sua autoridade questionada. Porém não é a melhor maneira de se evitar isso. O Questionamento das coisas não é algo ruim, muito menos demonstra falta de respeito ou representa afronta a autoridade, pelo menos não deveria.

Falta de respeito sim, é ter de seguir/acreditar/respeitar, alguma coisa sem saber o porque de aquilo ser daquela forma, utilizando-se dessas frases para ter credibilidade e aceitação. Dessa mesma forma algumas pessoas/instituições/governos utilizam-se de artifícios para não ter questionado seus interesses. Mudanças só acontecem quando existe atitude! Atitude de inconformação, quando sabemos que aquilo não esta certo, e agimos para mudá-la.

A indiferença é outro câncer que está alojado nas entranhas mais profundas das pessoas. Em todos os lugares a frase “E o que eu tenho a ver com isso?” ou “Isso não me importa”. A indiferença com que a sociedade trata seus problemas é a responsável pelo estado que ela mesma se encontra hoje. A grande maioria fica fazendo vista grossa, para todos os problemas que estão ocorrendo ali do seu lado, e preferem não se meter até o momento que ele(a) mesmo seja o prejudicado.

Só quando ocorre algo com a própria pessoa é que ela resolve reclamar e cobrar mudanças e atitude (atitude essa que ela mesma não têm), ou seja, grande parte de nossa sociedade também sofre de hipocrisia. Vivemos em sociedade; ou ao menos deveríamos! Sociedade é quando abrimos mão de certos direitos em prol do bem comum. A grosso modo, deveríamos ajudar uns aos outros, o problema deveria ser de todos principalmente quando diz respeito a um bem comum a todos (saúde, liberdade à própria vida).

Porém não vemos isso, vemos atitudes egoístas, individualistas onde muitas vezes não se importa com a desgraça da pessoa ao lado, contanto que não tenhamos nossas vidas prejudicadas. E muito fácil ser indiferente aos problemas, mas muito difícil de ser tratado do mesmo modo quando ele acontece conosco. Não é solução, cada pessoa a partir de hoje tentar abraçar o mundo e resolver todos os problemas. Mas se começarmos a cultivar esses pensamentos e colocá-los em prática podemom sim, começar a promover mudanças na sociedade.

Coitado é sinônimo de desgraçado. É aquele que sofreu o coito. Coitado tem a conotação de incapaz, impossibilitado, empobrecido em todos os sentidos
Quando dizemos "coitado" dizemos que a pessoa é inferior e alimentamos sua baixa-estima.


Características do coitado:

- O coitado depende dos outros.

- Tem uma visão aniquilada de si mesmo.

- Não conhece o seu potencial.

- Não costuma fazer autocrítica, nem dá ouvido a críticas de terceiros.

- Preguiçoso (físico, mental e emocionalmente falando).

- Desenvolve conformismo, não quer mudar.

- Gosta de usar a lei do menor esforço sem, no entanto, assumi-la.

- Atribui a má sorte a todos, menos a si mesmo.

- Alimenta um repúdio inconsciente ao sucesso, ao que consegue vencer.

- Depreciam os que conseguem sobressair.

- É um mal silencioso.

- Alimenta o comodismo, está sempre numa zona de conforto.


Ganhos secundários do coitadismo:

- Está sempre numa zona de conforto.

- Não precisa se esforçar.

- Não precisa correr riscos.

Em momento algum, a bíblia menciona que somos coitados. Pelo contrário, Deus sempre nos coloca numa posição de honra e destaque e é assim que precisamos nos ver. A bíblia fala de vários momentos em que o homem é ensinado a esforçar-se e a nos utilizarmos do poder de Deus para sermos renovados.


Isaias 41:6 - Um ao outro ajudou, e ao seu irmão disse : esforça-te.


Josué 1:9 - Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes, porque
o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares.


João 16:33 - Tenho vos dito isto, para que, em mim tenhais paz, no mundo tereis aflições, mas tende
bom ânimo, eu venci o mundo.


Joel 3:10 - Forjai espada das vossas enxadas, e lanças das vossas foice, diga o fraco: Eu sou
forte.


Salmos 119:28 - A minha alma consome-me de tristeza, fortalece-me segundo a tua palavra.


Filipenses 4:13 - Posso todas as coisas naquEle que me fortalece.


O coitado nega as suas próprias competências, nem mesmo as enxerga e se impossibilita de tudo. Para o coitado tudo é difícil, tudo está no campo do "eu não consigo". É ele mesmo que dificulta todo o processo de libertação de suas impossibilidades. É importante que cada pessoa possa enxergar as suas próprias capacidades, porque Deus nos deu talentos, habilidades. Isto é um fato. É importante também verificar se dentro de cada um de nós tem aquela pessoa vaidosa que não quer nem tentar pra não encarar a possibilidade de fazer algo errado. Então "pra não mostrar que errei, eu nem tento". Isso é vaidade. A vaidade pode parar pessoas habilidosas que não se dão o direito de errar e errar faz parte de todo processo de aprendizagem intelectual, até que um erro leve a um acerto e a aprendizagem se completa.

Fontes: http://pilb.blogspot.com/2008/05/o-conformismo.html

http://blog-br.com/breula/11797/Conformismo+e+Indiferença+(Por:+Hilton+Gil).html

http://coitadismo29.blogspot.com/2008/06/coitadismo-coitado-aquele-que-sofreu-o.html

Festa Esporte

Aconteceu na noite do dia 22 de maio mais uma reunião do Renovo Jovem.
O tema desta vez foi Esporte. Poucos estavam à caráter, mas a alegria estava presente em todos.
Dançamos, cantamos, refletimos, lanchamos, brincamos... Foi muito legal... Mês que vem será a Festa Junina.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Não à erotização infantil



Ontem, 18 de maio foi intitulado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Esse dia foi escolhido pois em 18 de maio de 1973, a menina Araceli Cabrera Sanches, então com oito anos, foi sequestrada, drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. Apesar de várias pessoas terem acompanhado o caso, ninguém denunciou o acontecido. Por causa disso, os criminosos continuam impunes até hoje.

O blog Diga não à erotização infantil organizou uma blogagem coletiva para o dia de ontem, intitulada “Em Defesa da Infância”. Fiquei sabendo da blogagem através do site Monalisa de Pijamas, onde todos os blogueiros foram convocados a realizarem postagens sobre o assunto, o Renovo Blog topou e realiza esta postagem.

Ontem no Jornal Hoje foi publicada uma matéia mostrando um turista aliciando menores aqui na Av. Beira-Mar em Fortaleza, para ver o vídeo com a reportagem clique aqui. Nada aconteceu com o turista, que deveria ser preso, ou no mínimo expulso do país e impedido de voltar aqui em nossas terras... Se fosse um brasileiro no exterior o tratamento não seria tão complacente.

O Jornal Diário do Nordeste publicou hoje uma matéria relacionada a este tema afirmando que os taxistas são os principais agenciadores, para ver a matéria completa clique aqui. Na praça do Ferreira houve atividades lúdicas e passeata alertando para o crime contra crianças e adolescentes e chamaram atenção para questão da impunidade.

Se você tem blog, embarque nessa idéia e publique textos que alertem para a exploração sexual, abuso sexual, pedofilia e perigos na internet para crianças. Quem não tem blog, vale divulgar via twitter ou orkut, o importante é repassar as informações, alertar, protestar!

Eu não conhecia o Disque 100, você conhecia? Ele foi criado pelo governo federal para receber denúncias de exploração sexual contra crianças e adolescentes. As denúncias são encaminhadas aos órgãos competentes em até 24 horas. O serviço funciona das 8h às 22h, inclusive finais de semana e feriados. Como o próprio nome já diz, é só digitar 100 no seu telefone. A chamada é gratuita.

Jesus sempre nos ensinou a cuidarmos das crianças. Ele próprio curou a filha de Jairo (Lc 8.55). Devolveu o filho da viúva a ela depois de curá-lo (Lc 7.15) e devolveu o garoto com o espírito maligno para seu pai (Lc 9.42). Em certo momento de sua caminhada terrena Jesus disse: “Deixai vir a mim os pequeninos, não os embaraceis, porque dos tais é o reino de Deus.” Que possamos cuidar das nossas crianças dizendo Não à erotização infantil.

Quem sabe e não denuncia, também é responsável!

Reflitam nas palavras do Betinho abaixo:

“A criança é o princípio sem fim. O fim da criança é o princípio do fim. Quando uma sociedade deixa matar as crianças é porque começou seu suicídio como sociedade. Quando não as ama é porque deixou de se reconhecer como humanidade.

Afinal, a criança é o que fui em mim e em meus filhos enquanto eu e humanidade. Ela, como princípio, é a promessa de tudo. É minha obra livre de mim.

Se não vejo na criança, uma criança, é porque alguém a violentou antes, e o que vejo é o que sobrou de tudo que lhe foi tirado. Diante dela, o mundo deveria parar para começar um novo encontro, porque a criança é o princípio sem fim e seu fim é o fim de todos nós.”

Herbert de Souza (BETINHO) -Sociólogo

sábado, 16 de maio de 2009

Stand By Me

video

AULA 14: Cinema e Religião


Texto Publicado em: 17-12-2008 no site Cinema com Rapadura. Escrito por: Marcos Nascimento

Antes de qualquer coisa, quero deixar bem claro que respeito todas as religiões, crenças e espiritualidades. O objetivo não é criticar nenhuma pessoa ou instituição em si, mas debater um assunto saudável como o cinema. Todas as opiniões são bem-vindas, inclusive de quem não tem religião nenhuma. E aqui não importa qual a sua crença e sim se você gosta de cinema e dos textos.


Como você já deve ter conferido no portal, foram proibidas as filmagens de “Anjos e Demônios” em duas igrejas do Vaticano, mesmo depois de já terem sido pedidas as devidas autorizações. No caso isolado desse filme, porque conhecemos Dan Brown e seu gosto pela coisa, é até compreensível que a cidade-sede do catolicismo mundial tenha seus motivos. O livro não chega a depor contra a Igreja Romana, mas também não é um amigo próximo da mesma. E já vimos esse capítulo antes, justamente no filme anterior de um livro de Brown, “O Código DaVinci”, tão polêmico quanto seu antecessor. Mas a questão não é exatamente essa. Toda essa história me fez lembrar de uma outra parecida, quando um jornal do Vaticano criticou o filme “A Bússola de Ouro”, alegando que o filme era “anticristão” e difundia o ateísmo aos espectadores.


E como um caso sempre puxa outro, lembrei-me das críticas excessivas de igrejas evangélicas aos filmes da série Harry Potter, sobretudo “A Pedra Filosofal“, quando o bruxo ainda era tão criança quanto os que iam assisti-lo. No caso de Potter, claro, a crítica era o incentivo á bruxaria. E tantos outros casos que aconteceram, desde “A Última Tentação de Cristo“, de Scorsese até a Maria grávida de “Jesus, a História do Nascimento”, por conta da gravidez precoce da jovem atriz Keisha-Castle Hughes.

Realidade, religião e espiritualismo andam sempre juntas, não é possível abrir uma brecha nesse que ainda é um grande tabu na humanidade? Será que as pessoas que assistem são tão inocentes para se deixar levar por um filme, e os pais das crianças tão inconseqüentes que não conseguem mostrar o “caminho certo” para os filhos? E o “caminho certo” é o mesmo para todo mundo?
Todas as produções do mundo devem ter pelo menos alguém da mais alta cúpula do Vaticano, ou de uma igreja evangélica, ou templo mulçumano ou qualquer outra denominação existente pra criticar. Quantos filmes já retrataram com êxito as religiões do mundo? Lembrando que até “A Paixão de Cristo” foi insultado de anti-semita. O alvo quase sempre vão ser os filmes de fantasia, que justamente por serem fantasiosos, criam mundos que nem sempre estão de acordo com o que dizem os livros sagrados. No caso de “A Bússola de Ouro”, natural não haver um deus, ou o mesmo Deus que o nosso, já que se trata de uma outra dimensão, e não o planeta Terra, tampouco nosso universo.


Não estou dizendo que as religiões tais são ruins, nem que suas doutrinas sejam falsas ou verdadeiras, até porque eu mesmo sigo uma doutrina religiosa. Nem defendendo que os filmes devam ser desafiadores, audaciosos e subversivos. Mas que filmes são apenas uma maneira de se contar uma história. No caso de “Anjos e Demônios” e “O Código Da Vinci”, já tem o livro, lê quem quer e vê o filme quem quer. A arte e a religião não necessariamente caminham mais juntas desde o Renascimento. Claro que as igrejas, templos, mesquitas e centros tem todo o direito de esclarecer seus seguidores, mas tudo há um limite, o limite da cabeça do espectador. Deixem suas opiniões, mas por favor, não me “crucifiquem”.


Antes de tudo, cinema é arte, religião é fé, e os que tem a fé no lugar correto não se deixam influenciar por um simbologista no Vaticano, ou por almas fora do corpo em forma de animais, ou bruxaria, ao meu ver. As coisas não necessariamente precisam se misturar, a não ser que você mesmo se incomode e chegue a essa conclusão, é o que eu digo. A discussão está aberta, e por favor, continuem lendo os textos que eu escrever.


Matéria publicada no Caderno Zoeira do Jornal Diário do Nordeste do dia 21/04/2009
Mais uma estréia polêmica


Depois de ´O código da Vinci´, a obra ´Anjos e demônios´, também de Dan Brown, é uma das atrações dos cinemas no mês de maio


Antes de decifrar ´O Código Da Vinci´, Robert Langdon, o famoso professor de simbologia de Harvard, vive sua primeira aventura em ´Anjos e Demônios´, quando tenta impedir que uma antiga sociedade secreta destrua, de vez, a Cidade do Vaticano.Às vésperas do conclave que vai eleger o novo Papa, Langdon é chamado às pressas para analisar um misterioso símbolo marcado a fogo no peito de um físico assassinado em um grande centro de pesquisas na Suíça. Ele descobre indícios de algo inimaginável: a assinatura macabra no corpo da vítima é dos Illuminati, uma poderosa fraternidade que ressurgiu disposta a levar a cabo a lendária vingança contra a Igreja Católica.


De posse de uma nova arma devastadora, roubada do centro de pesquisas, ela ameaça explodir a Cidade do Vaticano e matar os quatro cardeais mais cotados para a sucessão papal. Correndo contra o tempo, Langdon voa para a cidade de Roma junto com Vittoria Vetra, uma bela cientista italiana.


Em uma caçada frenética por criptas, igrejas e catedrais, os dois desvendam enigmas e seguem uma trilha que pode levar ao covil dos Illuminati - um refúgio secreto onde está a única esperança de salvação da Igreja nesta guerra entre ciência e religião.Tom Hanks reprisa o papel de Robert Langdon em ´Anjos e Demônios´ e ganha a companhia de Ayelet Zurer no papel de Vittoria. No elenco também estão Ewan McGregor como Carlo Ventresca e Stellan Skarsgard como Ritcher. A direção ficou mais uma vez com Ron Howard, que comandou também ´O Código Da Vinci´.


Tanto a estréia americana quanto a brasileira está agendada para acontecer em 15 de maio. Um possível boicote do Vaticano na exibição do filme já foi comentado, mas nada está certo ainda. Assim como ´O Código Da Vinci´, ´Anjos e Demônios´ já é polêmico bem antes de estrear nas telonas.




É errado assistir filmes como entretenimento?
É apropriado para os cristãos proteger seus corações e mentes e evitar todas as influências corruptoras do mundo (1 Coríntios 15:32-33). Necessariamente, aquele que é convertido a Cristo precisa abandonar muitas das coisas que antes lhe davam prazer, incluindo músicas de letras indecentes ou que encorajam rebelião contra a vontade de Deus e filmes com conteúdo pejorativos e inapropriados para um cristão.


Isto não significa, contudo, que não podemos ouvir nenhuma música ou ver algum filme com propósito de entretenimento.


A bíblia não fala de cinema, até porque é uma arte nova, surgiu por volta dos anos 1900 d.C.. Para efeitos de comparação utilizaremos a música, que é a arte que mais se aproxima da experiência áudio/visual que o cinema proporciona. Encontramos na Bíblia pelo menos três propósitos para a música:


1. Louvor a Deus, oferecido no Novo Testamento como o fruto dos lábios, emanando do coração do adorador (Hebreus 13:15; Tiago 5:13; Colossenses 3:16; Efésios 5:19; etc.). Isto é feito para agradar a Deus e deverá ser da maneira como ele instrui.


2. Ensinamento a outros sobre a vontade de Deus (Colossenses 3:16; Efésios 5:19). Estes versículos mostram que usamos para ensinar sobre Deus o mesmo tipo de música que usamos para adorá-lo: canto de salmos, hinos e cânticos espirituais. Para ensinar sobre a vontade de Deus muitas vezes é necessário vermos e ouvirmos depoimentos de pessoas que experimentaram situações que nós nunca vivenciamos, e que contraria ou não a vontade de Deus, aqui entraria o recurso áudio/visual.


3. Prazer dos ouvintes. Muito antes que a música fosse mencionada em relação com adoração, já era usada para dar entretenimento aos homens. Os instrumentos musicais estavam entre as primeiras invenções dos homens (Gênesis 4:21). A música é freqüentemente associada com festividades (Gênesis 31:27; Lucas 15:25) e com o alívio (Samuel 16:23).


O escritor de Eclesiastes observou que Deus pretendia que o povo trabalhador tivesse algum tempo para tal prazer nesta vida (Eclesiastes 3:12-13). Não há princípio bíblico que condene ouvir música decente por entretenimento, sejam os cânticos infantis que a mãe ensina aos filhinhos, música popular que os jovens ouvem, ou música clássica que seus pais e avôs possam apreciar.Obs: Os pais precisam cuidadosamente não provocar nos filhos à ira quando ensinam sobre tais assuntos (Efésios 6:4). Devem ensiná-los a escolher músicas decentes e puras em suas mensagens, mas não devemos condenar a música deles meramente por preferências de estilo. Quando se é jovem os gostos musicais geralmente são diferentes dos mais ‘antigos’. Devemos aprender a ver filmes e a ouvir músicas que não corrompam os valores espirituais e morais.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Músicas para Culto Esperança


Estaremos realizando no dia 06/06/2009 nosso segundo Culto de Jovens em 2009 com o tema Esperança.

Escolhemos algumas músicas que farão parte do Louvor e Danças que serão realizados nesta noite de festa.

Segue lista das canções:

1. O Melhor Está Por Vir– Renascer Praise
2. Eu Vou Viver Uma Virada – Toque No Altar
3. Vou Seguir Com Fé – Kleber Lucas
4. Não É Tarde – Fernanda Brum
5. Sobre as Águas – Trazendo a Arca
6. Selo do Teu Amor – Toque No Altar
7. Esperança – Diante do Trono
8. Não Vou Desistir – Trazendo a Arca
9. A Minha Esperança – Quatro Por Um
10. A Cada Manhã – Diante do Trono
11. Seja Tudo Em Mim – Mariana Valadão
12. Um Amor Para Recordar – Chris Duran
13. Minha Prioridade – Rodolfo Abrantes
14. O Tempo – Oficina G3
15. Only Hope - Switchfoot
16. Running Again - Stauros

Renovo Literário



Iniciaremos um projeto literário em nosso blog.

Ele se realizará da seguinte forma:

Farei postagens com resenhas de livros (cristãos ou não) e em seguida incluiremos outras resenhas à medida que os demais jovens da Igreja Doulos forem lendo os livros.

Contamos com o apoio das editoras neste projeto que icentivará a leitura e a visão crítica daquilo que é lido.

Iniciaremos nosso projeto com a resenha do livro O CÓDIGO DA INTELIGÊNCIA.

Este livro servirá como pontapé inicial deste Renovo Literário, em virtude do projeto da Thomas Nelson Brasil para divulgação do livro O Código da Inteligência.

O projeto voltado a professores e/ou blogueiros, me chamou a atenção. Preenchi um formulário com meus dados e recebi, gratuitamente, um exemplar do livro.

Em troca, me foi pedido apenas que após a leitura do livro, fizesse uma resenha sincera em nosso blog, com link para o site http://www.ocodigodainteligencia.com.br/.

Assim farei e em seguida daremos continuidade neste projeto batizado de Renovo Literário.

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Anjos e Demônios nos cinemas

Dia 15/05/2009 estréia nos cinemas o filme Anjos e Demônios, adaptação da polêmica obra de Dan Brown.
O Renovo Jovem irá reassistir às 18:00h o filme O Código da Vinci e no dia seguinte, 16/05/2009 estaremos indo todos ao cinema conferir o lançamento Anjos e Demônios.
Sinopse
Uma ameaça que pode destruir toda a Cidade do Vaticano. Às vésperas do conclave que vai eleger o novo Papa, Robert Langdon (Hanks) é chamado às pressas por Maximilian Kohler para analisar um misterioso símbolo marcado a fogo no peito de um físico assassinado no CERN, um grande centro de pesquisas na Suiça. Ele descobre indícios de algo inimaginável: a assinatura marcada no corpo da vítima - um ambigrama, palavra que pode ser lida tanto de cabeça para cima quanto de cabeça para baixo - é dos Illuminati, uma poderosa fraternidade considerada extinta há 400 anos. De posse de uma nova arma devastadora, roubada do centro de pesquisas, ela ameaça explodir a Cidade do Vaticano e matar os quatro cardeais mais cotados para a sucessão papal. Correndo contra o tempo, Langdon vai para Roma junto com Vittoria Vetra (Zurer), filha do físico assassinado, para avisar o carmelengo Carlo Ventresca (Ewan McGregor). Nessa caçada frenética por criptas, igrejas e catedrais, os dois desvendam enigmas e seguem uma trilha que pode levar ao covil dos Illuminati - um refúgio secreto onde está a única esperança de salvação da Igreja nesta guerra entre ciência e religião.

Aula:13 - Preguiça

A palavra preguiça tem vários significados, como aversão ao trabalho negligência, indolência, mandriice, morosidade, lentidão, moleza, pouca disposição, inatividade, falta de autoconfiança, procrastinação, falta de resistência moral e psicológica para desafios, dentre outros. O preguiçoso, conforme o senso comum, é aquele indivíduo avesso a atividades que mobilizem esforço físico ou mental. Ele direciona sua vida a fins que não envolvam maiores esforços.

Existem muitas formas de contornar a preguiça. Pode-se procurar ter uma vida mais saudável, melhorar sua disposição através de uma alimentação mais adequada ou atividades físicas como o esporte. Mudanças de hábitos, trocando-os por outros que lhe tragam maior satisfação. Procurar a opinião de outras pessoas. Encontrar coisas que lhe dê motivação e mais sentido à vida. Organizar melhor sua vida. Procurar orientação de um psicólogo ou de um psiquiatra. Procurar o convívio com outras pessoas. E uma infinidade de outras coisas...

A preguiça faz com que o indivíduo se sinta incapacitado e fuja de responsabilidades e oportunidades. Esta pessoa pode gerar sentimentos que também atrapalham o processo de atividade, como é o caso da inveja que faz com que o preguiçoso culpe outras pessoas pela sua inatividade; raiva dos que cobram atitude e desejo de destruição daquilo que possa movimentá-lo.

O que pode causar preguiça?

Frio: O corpo necessita de pouco movimento para manter-se aquecido.

Noite mal dormida: O sono faz com que as pessoas tenham seus movimentos e raciocínio limitados.
Ambientes calmos: Estimulam a indisposição e dão sono.
Má alimentação: Não gera energia suficiente para o organismo e dá moleza e indisposição.

Acúmulo de serviço: Faz com que a pessoa adie suas responsabilidades.

No que resulta a preguiça?

Desânimo: A pessoa não tem atitude de mudar seu comportamento
Fracasso: A pessoa não tem vontade de realizar nada e se torna ultrapassado, não conseguindo chances no mercado de trabalho.

Problemas de saúde: Quem não se movimenta tem mais chances de contrair doenças.

Necessidades: Aquele que não trabalha, necessita de outros para manter sua alimentação, vestimenta, entre outros.

Preguiça, um estilo de vida para alguns, é uma tentação para todos. A Bíblia, no entanto, é clara que, porque o Senhor, que é um Deus que trabalha, foi quem ordenou trabalho para o homem, preguiça é um pecado.

A Bíblia tem muito a dizer sobre a preguiça. O livro de Provérbios é cheio de sabedoria e advertências contra a preguiça. Ele diz que o preguiçoso odeia trabalho: “O desejo do preguiçoso o mata, porque as suas mãos recusam trabalhar” (21:25); ele adora dormir: “Como a porta gira nos seus gonzos, assim o preguiçoso na sua cama” (26:14); ele dá desculpas: “Diz o preguiçoso: Um leão está no caminho; um leão está nas ruas” (26:13); ele desperdiça tempo e energia: “O que é negligente na sua obra é também irmão do desperdiçador” (18:9); ele acredita que é sábio, mas é um tolo: “Mais sábio é o preguiçoso a seus próprios olhos do que sete homens que respondem bem” (26:16).


Provérbios também nos diz que há um fim certo para o preguiçoso: O preguiçoso se torna um servo (ou devedor): “A mão dos diligentes dominará, mas os negligentes serão tributários” (12:24); seu futuro será descoberto: “O preguiçoso não lavrará por causa do inverno, pelo que mendigará na sega, mas nada receberá” (20:4); ele nada alcança: “A alma do preguiçoso deseja, e coisa nenhuma alcança, mas a alma dos diligentes se farta”(13:4).


Não deve haver espaço para preguiça na vida de um Cristão. Um Cristão é ensinado que “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie” (Efésios 2:8-9). Um crente, no entanto, pode se tornar ocioso se acreditar que Deus não espera fruto de uma vida transformada. “Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas” (Efésios 2:10). Os Cristãos mostram sua fé através de suas obras. “Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta” (Tiago 2:18,26). A preguiça viola o propósito de Deus- as boas obras. O Senhor, no entanto, capacita os Cristãos a combater a tendência da carne de ser preguiçoso ao nos dar uma nova natureza (2 Coríntios 5:17).


Na nossa nova natureza, somos motivados a ter diligência e produtividade por amor ao nosso Salvador que nos redimiu. Nossa velha tendência à indolecência – e a todos os outros pecados – foi substituída por um desejo de viver vidas que agradam a Deus: “Aquele que furtava, não furte mais; antes trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade” (Efésios 4:28).

Deus nos deu a responsabilidade de providenciar para a nossa família através do nosso trabalho: “Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel” (1 Timóteo 5:8); e para os da família de Deus: “Sim, vós mesmos sabeis que para o que me era necessário a mim, e aos que estão comigo, estas mãos me serviram. Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos, e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber” (Atos 20:34-35).


Como Cristãos, sabemos que nossos esforços serão recompensados pelo Senhor se formos perseverantes e diligentes: “E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido. Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé” (Gálatas 6:9-10); “E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens, Sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis” (Colossenses 3:23-24); “Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra, e do trabalho do amor que para com o seu nome mostrastes, enquanto servistes aos santos; e ainda servis” (Hebreus 6:10).


Os Cristãos devem trabalhar com a força do Senhor para evangelizar e discipular. O Apóstolo Paulo é o nosso exemplo: “A quem anunciamos, admoestando a todo o homem, e ensinando a todo o homem em toda a sabedoria; para que apresentemos todo o homem perfeito em Jesus Cristo; E para isto também trabalho, combatendo segundo a sua eficácia, que opera em mim poderosamente” (Colossenses 1:28-29). Até mesmo no Céu, continuaremos a trabalhar e a servir a Deus, mesmo quando não estivermos mais afetados pela maldição (Apocalipse 22:3). Livres de todas as doenças, tristeza e pecado – até mesmo preguiça- os santos vão glorificar ao Senhor para sempre. “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor” (1 Coríntios 15:58).

Uma preguiça constante não deve ser permitida. A Bíblia diz em 2 Tessalonicenses 3:11-12 “Porquanto ouvimos que alguns entre vós andam desordenadamente, não trabalhando, antes intrometendo-se na vida alheia; a esses tais, porém, ordenamos e exortamos por nosso Senhor Jesus Cristo que, trabalhando sossegadamente, comam o seu próprio pão.”


A vida cristã deve ser caracterizada por trabalho árduo. A Bíblia diz em 2 Timóteo 2:15 “Procura apresentar-te diante de Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.”


Os preguiçosos não têm êxito na vida. A Bíblia diz em Provérbios 10:4-5 “O que trabalha com mão remissa empobrece; mas a mão do diligente enriquece. O que ajunta no verão é filho prudente; mas o que dorme na sega é filho que envergonha.”


Os preguiçosos não têm bom senso. A Bíblia diz em Provérbios 26:13-16 “Diz o preguiçoso: Um leão está no caminho; um leão está nas ruas. Como a porta se revolve nos seus gonzos, assim o faz o preguiçoso na sua cama. O preguiçoso esconde a sua mão no prato, e nem ao menos quer levá-la de novo à boca. Mais sábio é o preguiçoso a seus olhos do que sete homens que sabem responder bem.”


Até as formigas ensinam os preguiçosos. A Bíblia diz em Provérbios 6:6-11 “Vai ter com a formiga, ó preguiçoso, considera os seus caminhos, e sê sábio; a qual, não tendo chefe, nem superintendente, nem governador, no verão faz a provisão do seu mantimento, e ajunta o seu alimento no tempo da ceifa. o preguiçoso, até quando ficarás deitador? quando te levantarás do teu sono? Um pouco para dormir, um pouco para toscanejar, um pouco para cruzar as mãos em repouso; assim te sobrevirá a tua pobreza como um ladrão, e a tua necessidade como um homem armado.”

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Preguiça

http://www.brasilescola.com/psicologia/preguica.htm

http://www.jesusvoltara.com.br/info/preguica.htm

www.missionariaaerorancho.org/estudos/OqueaBíbliadizsobreapreguiça

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Louvorzão - Maio/2009

Aconteceu na noite do sábado, dia 02/05/2009 uma noite de louvor, teatro, palavra e muita adoração ao Senhor.
Esteve presente conosco meu grande amigo Wagner, Líder da Mocidade Batista Shalon (MOBASHA) e do Comando Oficina G3 (COG3)
A MOBASHA nos apresentou uma peça teatral.
Essa foto tá linda.
Em seguida o Wagner nos trouxe uma reflexão e um pouco do seu testemunho de vida.
Apesar do atraso para o início, a reunião foi maravilhosa, e quem lá esteve foi abençoado!
Glórias a Deus!

Em breve teremos mais...

Compartilhar