quinta-feira, 16 de junho de 2016

Meu Rei

Na tarde deste 16 de junho de 2016, vi o drama Meu Rei (Mon Roi, 2015) de Maïwenn, do excelente Polissia (2011) que conta com uma exuberante atuação de Vincent Cassel e especialmente de Emmanuelle Bercot que se entrega com veemência ao papel, fazendo jus ao premio recebido em Cannes. 

O filme é um retrato verossímil sobre os relacionamentos atuais, de uma forma extremamente poética. Depois de um grave ferimento no joelho, Marie Antoinette Jézéquel, conhecida como Tony (Emmanuelle Bercot), se muda para o sudoeste da França para realizar um longo tratamento capaz de ajudá-la a caminhar normalmente. Mas esta não é a sua maior dor: ela ainda amarga um relacionamento infeliz com Georgio Milevski (Vincent Cassel ), um homem violento e possessivo com quem tem um filho. Aos poucos Tony consegue se recompor e aprende a se defender de seu marido.

O grande mérito do filme talvez esteja no excelente trabalho de edição, que vai contando a história em camadas. Estou me tornando um fã dessa fantástica diretora francesa chamada Maïwenn. 

Confira trailer de Meu Rei:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Isso! Comente! Faça um blogueiro feliz!

Compartilhar