quarta-feira, 27 de julho de 2016

Dois Caras Legais


Na noite deste 27 de julho de 2016, vi a comédia Dois Caras Legais (The Nice Guys, 2016) de Shane Black, que não é a melhor comédia do ano, mas tem seus bons momentos...

Na Los Angeles dos anos 70, Amelia (Margaret Qualley), filha de uma funcionária do Departamento de Justiça dos Estados Unidos (Kim Basinger) é sequestrada. Ela decide contratar Jackson Healy (Russell Crowe), detetive particular violento e ex-alcoólatra, para investigar o caso. 

O trabalho revela-se mais complicado do que o esperado e ele decide dividir a investigação com o atrapalhado Holland March (Ryan Gosling). Ambos descobrem que o caso e a morte de uma estrela pornô estão, de alguma maneira, relacionados. Eles então descobrem uma conspiração chocante que atinge até os mais altos círculos do poder.


Vi a sessão dublada, pois era a única disponível... E o trabalho da UniDub até que estava bem feito.

Segue trailer de Dois Caras Legais:

Caça-Fantasmas

Na noite deste 27 de julho de 2016, fui ao Cinépolis ver Caça-Fantasmas (Ghostbusters, 2016) de Paul Feig. O público da sessão, em sua maioria adolescente, preferia ficar no whatsapp a ver o besteirol na tela...

É lamentável que tenham pego um clássico de 1984 e feito uma versão tão ridícula. O longa reúne a nova geração dos grandes nomes da comédia norte-americana. Dessa vez, as atrizes Melissa McCarthy, Kristen Wiig, Leslie Jones e Kate McKinnon.

Totalmente revitalizado, o filme conta com o astro Chris Hemsworth, dirigido pelo mestre da comédia, Paul Feig, e produzido por Ivan Reitman, que dirigiu Os Caça-Fantasmas (1984), e Dan Aykroyd, o amado Dr. Raymond Stantz, além de contar com participações muito especiais de parte do elenco original.
Veja trailer:



segunda-feira, 25 de julho de 2016

A Lenda Do Tarzan

Na tarde deste 25 de julho de 2016, vi no Centerplex Maracanaú, com a família, a Débora e a Bruninha A Lenda De Tarzan (The Legend of Tarzan, 2016) de David Yates, que se mostrou muito criativo e justificou o retorno do Tarzan aos cinemas. Filme empolga!


Releitura da clássica lenda de Tarzan, na qual um pequeno garoto órfão é criado na selva, e mais tarde tenta se adaptar à vida entre os humanos. Na década de 30, Tarzan, aclimatado à vida em Londres em conjunto com sua esposa Jane, é chamado para retornar à selva onde passou a maior parte da sua vida onde servirá como um emissário do Parlamento Britânico.

Confira o trailer de A Lenda De Tarzan:


quarta-feira, 20 de julho de 2016

Frozen - Uma Aventura Congelante

Na tarde deste 20 de julho de 2016, fui ao Cine São Luiz com o Sahel e a Sara rever a animação Frozen - Uma Aventura Congelante (Frozen, 2014) de Chris Buck e Jennifer Lee Musical da Disney que cativou a nova geração continua encantando.

O filme apresenta a caçula Anna (Gabi Porto) que adora sua irmã Elsa (Taryn Szpilman), mas um acidente envolvendo os poderes especiais da mais velha, durante a infância, fez com que os pais as mantivessem afastadas. Após a morte deles, as duas cresceram isoladas no castelo da família, até o dia em que Elsa deveria assumir o reinado de Arendell. Com o reencontro das duas, um novo acidente acontece e ela decide partir para sempre e se isolar do mundo, deixando todos para trás e provocando o congelamento do reino. É quando Anna decide se aventurar pelas montanhas de gelo para encontrar a irmã e acabar com o frio.

Reveja o trailer de Frozen - Uma Aventura Congelante:


O Rei Leão

Na tarde deste 20 de julho de 2016, revi no Cine São Luiz O Rei Leão (The King Lion, 1994) de Roger Allers e Rob Minkoff. O clássico continua emocionante! Como é bom vê-lo na tela grande e dessa vez acompanhado com meu filho Sahel e com minha sobrinha Sara...

O filme narra uma linda história, a partir de quando Mufasa, o Rei Leão, e a rainha Sarabi apresentam ao reino o herdeiro do trono, Simba. O recém-nascido recebe a bênção do sábio babuíno Rafiki, mas ao crescer é envolvido nas artimanhas de seu tio Scar, o invejoso e maquiavélico irmão de Mufasa, que planeja livrar-se do sobrinho e herdar o trono.

Segue brilhante e emocionante trailer de O Rei Leão:

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Janis: Little Girl Blue

Na noite deste 13 de julho de 2016, no dia do rock, vi um belo documentário Janis: Little Girl Blue (2015) de Amy Berg, que é um excelente documentário para quem não conheceu e para quem é fã do mito chamado Janis Joplin, desde seu nascimento em 1943, até a sua morte precoce – por overdose de drogas aos 27 anos, em 1970. Janis foi considerada por muitos a maior cantora de rock dos anos 1960.

O documentário gira em torno de Janis Joplin, uma estrela do rock norte-americano. Porém, é abordado uma visão fora da música, revelando a mulher doce, sensível, confiável e poderosa que era por trás da lenda. Um relato de uma vida épica e turbulenta que mudou o mundo da música para sempre.

Veja o trailer de Janis: Little Girl Blue:



Woodstock - 3 dias de Paz e Música

Na tarde deste 13 de julho de 2016, vi o mega documentário Woodstock - 3 dias de Paz e Música (Woodstock,1970) de Michael Wadleigh que tem muita música e pouco filme nesse documentário de quase 4h, versão do diretor remasterizada e sem cortes dos três dias do Festival de Woodstock, em agosto de 1969, que reuniu meio milhão de pessoas. 

Marco histórico do rock como fenômeno musical e social e momento de celebração da juventude da década de 1960, o evento contou com apresentações antológicas de Jimmy Hendrix, The Woo, Janis Joplin, Santana, Joe Cocker, entre outros.

Confira trecho de Woodstock - 3 dias de Paz e Música:

segunda-feira, 11 de julho de 2016

A Era do Gelo: O Big Bang

Na noite deste 11 de julho de 2016, vi com a família a animação A Era do Gelo: O Big Bang (Ice Age: Collision Course, 2016) de Mike Thurmeier e Galen T. Chu que diverte a criançada, apesar de conter algumas piadas bem adultas...

A história conta uma épica perseguição de Scrat pela noz o impulsionou ao universo, onde ele acidentalmente desencadeia uma série de eventos cósmicos que transformam e ameaçam A Era do Gelo. Para salvarem-se, Sid, Manny, Diego e o resto do grupo devem deixar sua casa e embarcar em uma missão cheia de comédia e aventura, viajando por novas terras exóticas e encontrando uma série de novos personagens coloridos.

Segue trailer de A Era do Gelo: O Big Bang:


sexta-feira, 8 de julho de 2016

A História de um Urso

No fim da tarde desse 8 de julho de 2016, vi na Caixa Cultural a premiada animação chilena A História de um Urso (Historia de Un Oso, 2014) de Gabriel Osório, vencedora do Oscar de melhor curta-metragem de animação de 2016, que narra a fascinante história de um Urso, contada de uma forma extremamente criativa.

O curta “História de um urso” se baseia na história do avô do diretor que ficou dois anos preso durante a ditadura de Pinochet e depois se exilou na Espanha e na Inglaterra.
Contada em formato de fábula e através de metáforas, o filme tem como eixo principal um realejo que retrata a história de um pai urso que é sequestrado por agentes fardados, afastado de sua família e obrigado a trabalhar em um circo junto com outros animais.
A saudade apertava, e o pai urso nunca esqueceu sua família. Um dia ele então toma coragem e resolve fugir do circo com sua bicicleta, logo após um número em um espetáculo. Ele consegue andar rápido e se afastar dos agentes fardados que o perseguiam. E enfim reencontra a sua esposa e o seu filho.
Apesar de ter como pano de fundo uma história dramática e triste, que retrata as feridas da ditadura chilena que são muito próximas da realidade também vivida pelo Brasil e pela Argentina, as escolhas estéticas e de narrativa tornam este filme leve e próprio para as crianças.

Confira trailer de A História de um Urso:


Trailer BEAR STORY / HISTORIA DE UN OSO from Punkrobot Studio on Vimeo.

O Regresso do Grúfalo

Na tarde desse 8 de julho de 2016, vi com a família a animação O Regresso do Grúfalo (The Gruffalo's Child, 2011) de Johannes Weiland e Uwe Heidschotter. Inspirado no livro "O Grúfalo", conta história semelhante a original, sendo que dessa vez é a filha do Grúfalo que está a procura do Ratinho Malvado... Muito interessante...

Numa noite selvagem e tempestuosa, a filha do Grúfalo ignora o alerta de seus pais e, na ponta dos pés, sai pela neve em busca do Ratão Malvado.

Segue trecho de O Regresso do Grúfalo:

Bomtempo

Na tarde desse 8 de julho de 2016, vi o curta Bomtempo (2011) de Alexandre Dubiela que é curtíssimo e mostra o homem do tempo do jornal saindo de casa e indo ao trabalho e enfrentando diversas mudanças climáticas.

Veja o curta Bomtempo:

Zebra

Na tarde deste 8 de julho de 2016, vi o curta Zebra (Zebra, 2013) de Júlia Ocker que mostra a divertida relação de uma zebra com suas listras... Bem divertido!

Veja o curta Zebra:

O Guardião do Moinho

Na tarde desse 8 de julho de 2016, vi a excelente animação O Guardião do Moinho (The Dam Keeper, 2014) de Doce Tsutusmi e Robert Kondo que foi indicado ao Oscar 2015 de curta de animação, e onde vemos a história de um porquinho que sofre bullying e desenvolve uma bela amizade com uma raposa...

The Dam Keeper acompanha a história de um porco (sem nome definido, como todos os outros personagens) lembrando de seu tempo de infância em que era responsável por girar um moinho de vento todos os dias e manter afastada da cidade uma nuvem negra de fumaça que, periodicamente, ameaçava invadir o local e deixar todos na escuridão. Por viver no moinho e trabalhar lá, o porquinho vivia sujo e morava longe dos outros habitantes do local, o que fazia dele um excluído. Todos os dias seus colegas de classe e outros moradores da cidade faziam piadas às suas costas e lhe lançavam olhares de reprovação devido às condições em que o porquinho se encontrava na rua. Isolado e sozinho, ele um dia encontra um amigo que vai lhe mostrar o poder da verdadeira amizade e como ela pode mudar vidas.

Confira trailer de O Guardião do Moinho:

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Procurando Dory

Na tarde deste 7 de julho de 2016, fui com a família ao Cinépolis do Shopping Rio Mar ver a animação Procurando Dory (Finding Dory, 2016) de Andrew Stanton que é a continuação de uma das melhores animações da Disney/Pixar... Repleta de ensinamentos para crianças e adultos...

Um ano após ajudar Marlin (Albert Brooks) a reencontrar seu filho Nemo, Dory (Ellen DeGeneres) a amigável e esquecida Dory começa uma busca por seus parentes perdidos e aprende algumas coisas sobre o significado de família. Ela tem um insight e lembra de sua amada família. Com saudades, ela decide fazer de tudo para reencontrá-los e na desenfreada busca esbarra com amigos do passado e vai parar nas perigosas mãos de humanos.


Confira o trailer de Procurando Dory:

Piper: Descobrindo o Mundo

Na tarde desse 7 de julho de 2016, antes da sessão de Procurando Dory (Finding Dory, 2016), vi o curta Piper: Descobrindo o Mundo (Piper, 2016) de Alan Barillaro, que é de tirar o fôlego de tão espetacular, ao ser simples, porém completo ao abordar as descobertas de um pássaro, na beira de um lindo mar que parece real, e não animação...

É notório os avanços das tecnologias que fazem com as animações beirem à perfeição. Um curta, tem que ser simples, porém profundos em suas propostas e Piper tem tudo isso, sendo um colírio para os olhos. Destaque também para a bela trilha sonora.

Confira um trecho no trailer de Piper: Descobrindo o Mundo:

terça-feira, 5 de julho de 2016

Divertida Mente

Na tarde deste 5 de julho de 2016, revi com a família no Cine São Luiz a animação Divertida Mente (Inside Out, 2015) de Peter Docter, uma das obras primas da Pixar que continua genial, mesmo um ano depois de seu lançamento... 

Crescer pode ser uma jornada turbulenta, e com Riley não é diferente. Conforme ela e suas emoções, Alegria , Medo, Raiva, Nojinho e Tristeza se esforçam para adaptar-se à uma nova vida, uma enorme agitação toma conta do centro de controle em sua mente. Embora Alegria, a principal e mais importante emoção de Riley, tente se manter positiva, as emoções entram em conflitos, às vezes muito divertidos, sobre qual a melhor maneira de viver em uma nova cidade, casa e escola.

Veja o trailer de Divertida Mente:

sexta-feira, 1 de julho de 2016

O Começo da Vida

Na noite deste 1º de julho de 2016, vi o documentário O Começo da Vida (2016) de Estela Renner, um filme espetacular em sua proposta sobre a primeira infância, ao expor com simplicidade o universo infantil e apontar soluções para mantermos a esperança na humanidade... Altamente recomendado! Foi exibido gratuitamente no Cineteatro São Luiz.

Segue trailer de O Começo da Vida:

Compartilhar