terça-feira, 2 de agosto de 2016

Julieta

Na tarde deste 2 de agosto de 2016, vi Julieta (2016) de Pedro Almodóvar, filme bem ao estilo Almodóvar... Quem não tem boa relação com a própria mãe, talvez se identifique... O que não é o meu caso, pois me dou super bem com a D. Samia 

Julieta (Emma Suárez/Adriana Ugarte) é uma mulher de meia idade que está prestes a se mudar de Madri para Portugal, para acompanhar seu namorado Lorenzo (Dario Grandinetti). Entretanto, um encontro fortuito na rua com Beatriz (Michelle Jenner), uma antiga amiga de sua filha Antía (Blanca Parés), faz com que Julieta repentinamente desista da mudança. Ela resolve se mudar para o antigo prédio em que vivia, também em Madri, e lá começa a escrever uma carta para a filha relembrando o passado entre as duas quando Julieta vivia com sua filha. Ambas sofrem em silêncio por conta da perda de Xoan, pai de Antía e marido de Julieta. Há um ditado que diz que quando a dor não aproxima as pessoas, ela separa. 

Quando Antía completa dezoito anos, ela abandona a mãe sem dar explicações. Julieta procura por ela de todas as maneiras, mas apenas descobre o quão pouco conhece sobre sua filha. Assim, o filme fala sobre a luta de uma mãe que vive uma incerteza. Mas fala também sobre destino, complexo de culpa e o mistério que nos leva a abandonar pessoas que amamos, a deletar pessoas de nossas vidas como se elas nunca tivessem representado nada, como se elas nunca tivessem existido. Para se refletir. E é Almodóvar!!!

Segue trailer de Julieta:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Isso! Comente! Faça um blogueiro feliz!

Compartilhar