terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Animais Noturnos



Drama/thriller Animais Noturnos (Nocturnal Animals, EUA, 2016) de Tom Ford é pretensioso desde sua cena de abertura com mulheres gordas nuas dançando para a câmera como se fossem líderes de torcida. Como um todo, se mostra confuso e arrastado... Posso até dar um desconto, devido ao cansaço, mas não entendi o propósito da estória baseada na obra Tony and Susan, de Austin Wright.

No enredo, conhecemos Susan (Amy Adams lindíssima como sempre) uma negociante de arte que se sente cada vez mais isolada do parceiro (Armie Hammer) que mesmo estando à bancarrota, ainda realiza viagens desnecessárias apenas para estar com amantes.

Quando Susan recebe um manuscrito de autoria de Edward (Jake Gylenhaal), seu primeiro marido ela passa a desfrutar de sua solidão lendo o texto trágico do livro que acompanha o personagem Tony Hastings, um homem que leva sua esposa (Isla Fisher) e filha (Ellie Bamber) para tirar férias, mas o passeio toma um rumo violento ao cruzar o caminho de uma gangue, numa tosca cena numa estrada escura.

A montagem do filme é interessante, alternando entre a tensa leitura de Susan e seus pensamentos sobre as razões de ter recebido o texto, fazendo com que ela descubra verdades dolorosas sobre si mesma e relembre traumas de seu relacionamento fracassado. Não fez jus a expectativa criada em torno do filme.

Assista ao trailer de Animais Noturnos:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Isso! Comente! Faça um blogueiro feliz!

Compartilhar