sábado, 18 de fevereiro de 2017

Resident Evil 6 – O Capítulo Final


Sexto filme da franquia de games da Capcom, que conseguiu certa popularidade nos cinemas, Resident Evil 6 – O Capítulo Final (Resident Evil – The Final Chapter, França/Alemanha/Canadá/Austrália, 2016), de Paul W.S. Anderson, tem um ritmo alucinante, um vilão caricato interpretado pelo ator , conhecido pelo seu papel em Game Of Thrones e efeitos que apesar de contribuir para história, não trazem nada de novo.

Apesar de ter sido anunciado como o capítulo que encerra a franquia, o filme deixa brecha para continuidade. Nele temos de volta Milla Jovovich, que sustenta a trama no papel que a consagrou junto ao público, e Ali Larter, que esteve no terceiro e no quarto (que contou com excelentes efeitos em 3D). Na trama, Alice (Milla Jovovich), sobrevivente do massacre zumbi, retorna para onde o pesadelo começou, Raccoon City, onde a Umbrella Corporation reúne suas forças para um ataque final contra os remanescentes do apocalipse. 

Assim, para vencer a dura batalha final e salvar a raça humana, a heroína recruta velhos e novos amigos que surgem do nada, nos fazendo se sentir literalmente num jogo de vídeo game, sendo que não somos os players, e convenhamos que ver Paul W.S. Anderson jogar não é muito convidativo. Mas o maior problema do filme é o ritmo acelerado, que apesar dos inúmeros sustos que propõe a plateia, não tem conteúdo suficiente para prender a atenção de quem está noutro ritmo. 

Assista ao trailer de Resident Evil 6 – O Capítulo Final:
https://www.youtube.com/shared?ci=ohgXqJI58yU

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Isso! Comente! Faça um blogueiro feliz!

Compartilhar