quarta-feira, 1 de março de 2017

Bugigangue No Espaço


Animação brasileira Bugigangue No Espaço (Gadgetgang in Outerspace, EUA, 2016), de Ale McHaddo, criador das série Nilba e os Desastronautas e Osmar, a Primeira Fatia do Pão de Forma com uma proposta comum e repetitiva, acaba sendo dispensável, pois o que tem de mais interessante é a participação do Sr. Madruga numa cena e a caça por easter eggs ao longo da projeção.

Enquanto Gustavinho (voz de Danilo Gentili), Fefa (voz de Maisa Silva) e os demais integrantes do clube Bugigangue estão preocupados com os trabalhos da escola, nem imaginam que em um ponto distante da galáxia o vilão Gana Golber tomou o poder da Confederação dos Planetas, ameaçando a paz do universo. Expulsos da confederação, sete Invas, alienígenas atrapalhados e ingênuos, conseguem escapar ao cerco de Gana, mas na fuga sua nave é danificada e cai na Terra. Logo os Invas iniciam uma amizade com as crianças do clube, consertam a nave e embarcam juntos numa aventura intergaláctica para restaurar a paz do universo.

Além do Sr. Madruga, eu consegui ver o Super Mario, alguns personagens de Star Wars, citações O Guia do Mochileiro das Galáxias, uma piada envolvendo E.T. - O Extraterrestre, outra fazendo referência a O Senhor dos Anéis... Meu filho de seis anos, só pegou a referência do Mário e do E.T. Fica notória e gritante a diferença de qualidade com produções dos grandes estúdios.

Confira o trailer de Bugigangue No Espaço:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Isso! Comente! Faça um blogueiro feliz!

Compartilhar