quinta-feira, 30 de março de 2017

O Poderoso Chefinho


Animação da DreamWorks O Poderoso Chefinho (The Boss Baby, EUA, 2017), de Tom McGrath parece ter sido feito sobre encomenda, para presentear a minha família nas vésperas do aniversário de meu primogênito. Nos identificamos muito com a realidade de ter uma família com dois meninos, praticamente na mesma faixa etária dos protagonistas do filme. Impossível não gostar de um filme inventivo, que exalta a família, esta instituição divina que tem a imagem cada vez mais desprezada pela grande mídia.


É de conhecimento de todos que a chegada de um novo bebê impacta a família, e aqui vemos  a história contada do ponto de vista de Tim, um garoto de 7 anos e meio, com uma imaginação vívida. O diretor de 
Megamente (2010) e co-diretor de Madagascar apresenta então a chegada de um bebê muito incomum, que usa terno, carrega uma maleta misteriosa, fala com a voz e o charme de um adulto, e por mais estranho que o trailer do filme possa parecer, ele transmite uma mensagem sobre a importância da família, O Poderoso Chefinho é uma comédia original e autêntica que agradará ao público de todas as idades.

Apesar do inicial estranhamento dos irmãos, eles precisam unir e une forças para impedir que um invejoso e inescrupuloso CEO acabe com o amor que os pais sentem pelos filhos. Considerando que o amor jamais acaba (I Coríntios 13:8), a ideia é transferir esse amor para os caninos. E de fato vemos isso em nossa sociedade, onde em alguns shopping cachorros são tratados de forma melhor que os filhotes de humanos. A missão então das crianças é salvar os seus pais, impedir a catástrofe e provar que o mais intenso dos sentimentos é uma poderosa força capaz de tudo. A parte técnica do filme não deixa a desejar às grandes produções da Pixar.

Confira o divertido trailer de O Poderoso Chefinho:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Isso! Comente! Faça um blogueiro feliz!

Compartilhar