segunda-feira, 26 de julho de 2021

Um Lugar Silencioso - Parte II


Suspense Um Lugar Silencioso - Parte II (A Quiet Plance, 2020) de Jonh Krasinsk, mostra a família Abbott agora enfrentando os terrores do mundo exterior. Forçados a se aventurar no desconhecido, eles percebem que as criaturas que caçam pelo som não são as únicas ameaças que se escondem além do caminho da areia.


Após descobrirem uma maneira de matar as criaturas, Evelyn (Emily Blunt), Regan (Millicent Simmonds) e Marcos (Noah Jupe) precisam encontrar um novo e melhor refúgio, já que agora possuem um bebê que a qualquer momento pode chorar e se tornar um chamariz para a morte. Ao encontrar Emmet (Cillian Murphy), um antigo amigo da família, eles descobrem que o mundo ficou muito pior do que imaginavam além do que eles viviam em seu antigo lar.

Nessa jornada perigosa pela sobrevivência, eles logo percebem que os montros não são a única ameaça existente no mundo. Agora eles terão que lutar novamente para continuarem vivos. Não vi Um Lugar Silencioso (2018), talvez por isso não tenha me envolvido ainda mais com o drama envolvente e o clima de tensão proposto no filme.

Segue trailer de Um Lugar Silencioso - Parte II :




Segunda Dose vacinação Covid-19


Na tarde deste 26 de julho, tomei a segunda dose da vacinação contra a Covid-19. Meu ponto de agendamento foi no Shopping Rio Mar Fortaleza. Estava previsto a segunda dose para 23 de agosto, mas meu governador antecipou em um mês a vacinação!


domingo, 25 de julho de 2021

A Guerra do Amanhã

 




Ficção científica A Guerra do Amanhã (The Tomorrow War, 2021) de Chris McKay apresenta a humanidade perdendo uma batalha global contra uma espécie mortal de alienígenas em 2051. Vemos Chris Pratt viajando no tempo para lutar contra monstros do espaço. Vale sentar duas horas no sofá. Adorei ver com meu filho primogênito.

Para garantir a sobrevivência dos humanos, soldados e civis do presente são transportados para o futuro e se juntam à luta, entre eles Dan Forester (Chris Pratt), um pai de família determinado a salvar o mundo. Ele é um professor de ciências e ex-militar recrutado que acaba se tornando uma figura importante no exército do futuro. Gostei do drama familiar que é abordado na trama, onde um pai encontra o seu filho no futuro, bem como encontra o seu próprio pai no presente.

Veja trailer de A Guerra do Amanhã:



terça-feira, 20 de julho de 2021

Space Jam: Um Novo Legado



Aventura Space Jam: Um Novo Legado (Space jam - A new legacy, Estados Unidos, 2021) de Malcolm D. Lee atualiza e homenageia o clássico Space Jam: O Jogo do Século (1996) de Joe Pytka que trouxe Michael Jordan no auge para os cinemas. Dessa vez, o superastro do basquete LeBron James se junta à gangue Looney Tunes para derrotar o Goon Squad e salvar seu filho.



Na trama, o campeão da NBA e ícone mundial LeBron James embarca em uma aventura épica, que combina animação e live action, ao lado do atemporal Pernalonga, numa jornada transformadora que é uma mistura maluca de dois mundos e que revela a que ponto alguns pais são capazes de chegar para se aproximar de seus filhos. 

Quando LeBron e seu filho Dom (Cedric Joesão aprisionados em um espaço digital por uma I.A (Dom Cheadle). trapaceira, LeBron precisa trazê-los de volta para casa em segurança levando o Pernalonga, a Lola Bunny e uma equipe indisciplinada de Looney Tunes a uma vitória contra os campeões digitais da I.A. na quadra: um elenco de peso formado por astros e estrelas do basquetebol como você nunca viu. Será Tunes contra o Esquadrão Valentão no desafio mais arriscado da vida de LeBron, que redefinirá o laço entre ele e seu filho, e reforçará a importância de ser você mesmo. Prontos para arrasar, os Tunes desafiam as convenções, turbinam seus talentos únicos e surpreendem até o ‘King James’ jogando à sua própria maneira.

James entrou na liga de basquete em 2003 pelo Cleveland Cavaliers e passou por outras equipes de elite como Miami Heat e Los Angeles Lakers, seu time atual, conquistando quatro campeonatos da NBA. Aliado aos ícones Pernalonga, Patolino, Lola Bunny, Gaguinho, Frajola, Piu-Piu, Coyote e Papa-Léguas, é impagável. As cenas do Pernalonga resgatando os companheiros, são hilárias, especialmente o Patolino no Universo DC e a Lola se tornando uma Amazona. Sem falar na Vovó e no Ligeirinho no Universo Matrix e o o Coyote e o Papa-Léguas no Universo Mad Max.

Até chegarmos ao jogo final, temos um festival de referências à cultura pop com aparições de diversas produções da Warner, como Harry Potter, Game of Thrones, os super-heróis da DC, Matrix, King Kong, Os Jetsons, Os Flinstones, O Máskara, dentre outros.

O filme emociona com essa relação entre pais e filhos. Ter o privilégio de ver um filme da minha geração, com os meus filhos, traz à tona muito mais que a nostalgia. Vale demais ver nos cinemas com as crianças, que estão de fato mais conectadas do que nunca com o mundo virtual, em detrimento ao mundo real.

Segue o trailer de Space Jam: Um Novo Legado:



domingo, 18 de julho de 2021

Treino de Orientação no Cumbuco


 

Neste 18 de julho, tivemos um treino de orientação no Cumbuco e tive a oportunidade de convidar os amigos Alverto, Antonio Brasil e a família do Andre pra desfrutar do Melhor Esporte.


Após acompanhar meus convidados num primeiro percurso, fui fazer o meu treino de alto rendimento, navegando em alguns pontos apenas com curvas de nível. Sensacional.

Vejam alguns vídeos desse treino:




quinta-feira, 15 de julho de 2021

Retorno ao Ceará

 


Que viagem inesquecível! Férias 2021, Tour SP/SC. Valeu família vocês foram demais!






Na viagem de retorno, embarcamos via aeroporto de Congonhas, e tivemos o privilégio de subir na aeronave pela pista, que é mais divertido que embarcar pela ponte. Os meninos adoraram. 





E como aqui no Ceará temos Governador, desembarcando de viagem com a família, já fui testado pra conter eventual propagação da Covid-19.







sexta-feira, 25 de junho de 2021

Em Um Bairro de Nova York



Musical Em Um Bairro de Nova York (In The Hights) de Jon M. Chu baseado na produção teatral homônima de Quiara Alegría Hudes e Lin-Manuel Miranda é um manifesto da cultura latina, que te deixa pra cima com muitas canções e danças que te fazem se emocionar ao renovar a esperança na arte de sonhar e relembrar dos pequenos grandes sonhos de nossa vida que já se tornaram realidade.


Como o musical de 2008, premiado com vários Tony, incluindo Melhor Musical, bem como Melhor Trilha Sonora Original para o compositor Lin-manuel Miranda, a adaptação da história continua enraizada nas ruas de Washington Heights, um bairro onde sonhos e aspirações não são fáceis de realizar, mas com um pouco de esforço e sacrifício, podem ser alcançados.

A trama acompanha vários personagens dessa comunidade latina, porém grande parte do foco está voltada para Usnavi (Anthony Ramos), que trabalha numa mercearia em Washington Heights e que sonha em deixar este lugar para retornar à sua terra natal, na República Dominicana, e assim resgatar o bar de seu pai "El Sueñito". Enquanto Usnavi (cujo nome tem uma explicação hilária) sonha em mudar sua vida no bairro novaiorquino, para uma praia paradisíaca no Caribe, seus amigos e familiares passam por diversos problemas que vão se agravando com a aproximação de uma ameaça comum a todos: um apagão elétrico no bairro.

Com o passar dos dias em Washington Heights, a temperatura aumenta e as ruas se enchem de personagens dançando ao ritmo da música. O roteiro assinado por Quiara Alegría Hides adiciona diversos elementos, desde uma subtrama política e de defesa dos direitos das minorias por meio de protestos, passando pela escravidão a qual são submetidos os latinos em trabalhos menos nobres, mas segue sempre com a dinâmica da vizinhança e as histórias de família que foram transmitidas de geração em geração.

Usnavi de La Vega não é o único personagem com sonhos, em "In the Heights". Benny (Corey Hawkins), o melhor amigo do protagonista, trabalha na Central de Táxi e sonha em se tornar um empresário ou conseguir uma promoção de Kevin Rosario (Jimmy Smits - um dos policiais da clássica série da década de 90 Nova York Contra o Crime), pai de Nina (Leslie Grace), na qual boa parte dos recursos da família são investidos, para que ela possa cursar uma boa faculdade em Stanford. No entanto, Nina voltou de Stanford para passar o verão com sua família, mas ela se sente deslocada em estudar nesta universidade de elite, onde inclusive sofre preconceito e ela sente que estaria traindo às suas raízes, família e comunidade.

Em meio a esses personagens está o interesse amoroso de Usnavi, Vanessa (Melissa Barrera), uma aspirante a estilista e excelente dançarina. A relação deles só avança com a ajuda de Sonny (Gregory Diaz) um adolescente que trabalha com Usnavi, é filho de um alcoólatra e lamenta ser um imigrante ilegal e não ter alguns direitos. Todos são de certa forma cuidados pela matriarca do bairro, a simpática vovó Claudia (Olga Merediz).

Cenas marcantes não faltam no musical, como a divertida cena no salão de beleza, a emocionante cena do trem com a vó Claudia e a sua comovente despedida, ou até mesmo a bela cena da balada, antes do apagão, ou do carnaval fora de época, com bandeiras dos países latinos e tudo. No entanto, nenhuma se compara com a belíssima dança ao melhor estilo A Origem do casal Benny e Nina que inicia e termina nas escadarias de um prédio. Sensacional.

As histórias se entrelaçam perfeitamente e se destacam tanto no uso de danças como de fortes canções em variados estilos, enquanto cada personagem tem seu momento de brilhar. Uma frase me marcou: "Pequenos detalhes dizem ao mundo que não somos invisíveis". Como é bom ver o mundo através de outros olhos... Usnavi queria ver o mundo com os olhos de Vanessa... Tive uma tarde fantástica em Nova York, sem sair da sala escura, vendo o mundo com um olhar latino. A alma foi tocada, especialmente pelo momento de mudança que tenho vivenciado e fui muito contagiado com a alegria típica desse povo latino, que sempre com o sorriso no rosto, luta no dia a dia para conquistar os sonhos. E como Kevin diz em determinado momento para Nina, "Ignore todas as pessoas que duvidam de você. Tolere todos os golpes, mas continue lutando."

Segue os 8 minutos iniciais de Em Um Bairro em Nova York:


segunda-feira, 21 de junho de 2021

Arraiá da Tetê 2021

 

Na tarde desse 21 de junho, fomos celebrar o aniversário da Ana Teresa, com muita alegria e animação.

Ana é minha gestora desde 2017, quando fui admitido no Instituto Agropolos do Ceará, onde tenho a oportunidade de há 4 anos conviver diariamente.

Veja mais algumas fotos:






domingo, 20 de junho de 2021

Godzilla vs Kong


Na tarde desse 20 de junho, levei meus meninos de volta aos cinemas, após mais uma pausa em nosso passeio predileto, em função da pandemia que vivemos. O retorno foi com o Blockbuster Godzilla vs Kong (2021) de Adam Wingard que mostra o encontro desses dois ícones do Mosterverse.



Quando esses adversários míticos se encontram em uma espetacular batalha, na qual o destino do mundo entrará em jogo. Kong e seus protetores embarcam em uma jornada perigosa para encontrar seu verdadeiro lar. Com eles está Jia, uma jovem órfã que tem uma ligação única e forte com Kong. Mas eles não sabiam que estavam no caminho de um Godzilla enfurecido, que está deixando um rastro de destruição pelo planeta. Esse combate épico entre os dois titãs, instigado por forças ocultas, é apenas o começo do mistério que jaz no núcleo da Terra.



Kong e seus protetores embarcam em uma jornada perigosa para encontrar seu verdadeiro lar. Jia, uma garota órfã que tem um vínculo único e poderoso com a poderosa besta, acompanha a aventura. No entanto, eles logo se encontram no caminho de Godzilla, completamente enfurecido, deixando um rastro de destruição em todo o mundo. O confronto inicial entre os dois titãs, instigado por forças misteriosas, é apenas o começo do enigma que reside nas profundezas do planeta.


O filme é grandioso e merecia ser visto na sala escura. Meus pequenos há tempos ansiavam por essa oportunidade. Eles já tinham visto vários trechos disponíveis na internet.


Os efeitos visuais do filme estão muito bom e acabei me surpreendendo com o enredo que é bem interessante, especialmente nas cenas que envolvem o Kong e a criança que se comunica com linguagem de sinais, tornando muito interessante a conexão pela Libras.


Muito boa a referência a O Show de Truman, quando mostra Kong vivendo numa Ilha da Caveira fake. Gostei também do gordinho que além de ser o alívio cômico, parece um pouco com meu primogênito.


O filme funciona extremamente bem dentro de sua proposta, com um estilo próprio mas que mesmo assim continua preservando uma continuidade com seus antecessores. Tem um festival de outras referências, desde a Game Of Trones com Kong no que seria um trono de ferro a Viagem ao Centro da Terra. Altamente recomendado para ver nos cinemas!


Segue trailer de Godzilla vs Kong:



sábado, 19 de junho de 2021

Sweet Thoot

 

Série Netflix baseada na adorada HQ de Jeff Lemire, publicada pela Vertigo (selo da DC Comics) Sweet Tooth mistura drama e fantasia num conto de fadas pós-apocalíptico sobre um menino-cervo e um nômade solitário que embarcam juntos em uma aventura extraordinária. A série foi criada por Jim Mickle para a Netflix. Os 8 episódios estrearam em 4 de junho de 2021.

Sweet Tooth conta a história de Gus (Christian Convery), um menino-cervo de dez anos, que vive em um futuro pós-apocalíptico e faz parte de uma nova raça híbrida de humanos e animais. Isso é resultado de uma série de mutações que aconteceram depois do "Grande Colapso", quando um misterioso e mortal vírus espalhou o caos pelo mundo e levou ao misterioso surgimento de bebês híbridos nascidos com partes humanas e partes animais. Sem saber se os híbridos são a causa ou o resultado do vírus, muitos humanos os temem e caçam.

Devido à pandemia, Gus cresceu isolado por uma década, até que decide deixar sua casa na floresta para explorar o que restou lá fora e encontrar sua mãe desaparecida. Mas, contra todas as probabilidades, ele se torna amigo do ex-jogador de futebol americano Tommy Jepperd (Nonso Anozie), que agora é um viajante solitário e um dos sobreviventes da catástrofe. Juntos, eles embarcam em uma aventura extraordinária por um planeta devastado – e perigoso. 

Juntos, eles partiram em uma aventura extraordinária pelo que restou da América em busca de respostas - sobre as origens de Gus, o passado de Jepperd e o verdadeiro significado do lar. Mas a história deles está cheia de aliados e inimigos inesperados, e Gus rapidamente descobre que o mundo exuberante e perigoso fora da floresta é mais complexo do que ele jamais poderia ter imaginado.

É perceptível algumas referências de obras como O pequeno príncipe e Mad Max. Com um tema super atual, vemos a humanidade usando máscaras e álcool em gel, e nos supreendemos de como já tinham previsto algo semelhante ao que a humanidade tem enfrentado nessa pandemia da Covid-19. Certamente terá continuações.

Veja o trailer de  Sweet Tooth:




sexta-feira, 18 de junho de 2021

Veneza


Drama nacional Veneza (2021) de Miguel Falabella, mostra que não há idade para se realizar um sonho, e que as putas também amam. Misturando realidade com fantasia, o longa é capaz de emocionar aqueles que ainda acreditam no amor. Adaptação da peça argentina Venecia, de Jorge Accame, nos traz um Falabella repleto de influências de Federico Fellini e Pedro Almodóvar.

Reencontrar o único homem que amou é o sonho de Gringa (Carmen Maura), dona de um bordel no interior do Brasil. Mesmo cega e muito doente, ela insiste em realizar seu último desejo: ir até Veneza para pedir perdão ao antigo amante, que abandonou décadas atrás. Para levá-la à cidade italiana, Tonho (Eduardo Moscovis), Rita (Dira Paes), Madalena (Carol Castro) e as outras moças que trabalham para Gringa idealizam um fantástico plano com a ajuda de uma trupe circense. Tonho inclusive presta favores e ajuda a cuidar das coisas em troca de sexo, que recebe sexo como remuneração de seus serviços.

Chama atenção a manutenção do tom teatral da trama, que parece ser uma fábula repleta de cores vivas que realçam na sala escura. Aprofundar a rotina da classe das prostitutas, mostrando inclusive as dificuldades dessas profissionais em conseguirem realizar suas ambições pessoais é louvável. O lado cômico também perpassa todo o filme, e por mais que se utilize de nudez e cenas de sexo, o filme esbanja muita ternura.

Por ter o foco nos personagens, as atuações estão deslumbrantes, até mesmo nos detalhes. Há que se destacar o trabalho da direção de arte de Tulé Peake e especialmente a cinematografia de Gustavo Hadba seja na excelente criação de ambientes, como nos movimentos de câmera todos bem orquestrados. Como dito em certo momento da trama, “a história não é de verdade, mas eu sempre choro”. Assim as artes são a nossa válvula de escape para lidar com a dura realidade que enfrentamos, que só piora à cada dia. A ilusão da realização do sonho da Gringa é poderosa e bem propícia para o período em que vivemos.

Segue trailer de Veneza:






quinta-feira, 17 de junho de 2021

Retorno dos Cinemas em Fortaleza


O último decreto do governador, permitiu o retorno do funcionamento das salas de cinema no estado do Ceará. “Espiral: O Legado de Jogos Mortais” e "Veneza", novo filme de Miguel Falabella rodado na Itália, são algumas novidades do circuito

A cine-semana da Rede UCI de Cinemas tem atrações para toda a família, nas cidades onde os complexos estão abertos: Rio de Janeiro, São Paulo, Ribeirão Preto, Belém, Canoas e Fortaleza (está última retoma as suas atividades nesta quinta, dia 17, após liberação).

Um dos destaques da semana é o lançamento do filme de terror “Espiral: O Legado de Jogos Mortais”, disponível na sala especial IMAX. Outras novidades do circuito são os filmes “Em um Bairro de Nova York”, musical dirigido por Jon M. Chu, que acompanha alguns dias de uma comunidade latina na periferia da cidade, e o aclamado pela crítica “Veneza”, longa-metragem dirigido por Miguel Falabella. No filme, rodado na Itália, a estrela espanhola Carmen Maura, notória musa de Pedro Almodóvar, interpreta Gringa, cafetina cega obcecada pela ideia de conhecer a famosa “cidade flutuante” e reencontrar na Itália a grande paixão de sua vida. Dira Paes, Eduardo Moscovis, Carol Castro, Danielle Winits, Caio Manhente e Roney Villela compõem o elenco do filme.

Também estão em cartaz a animação “Spirit: O Indomável”, “Invocação do Mal 3: A Ordem do Demônio”, sucesso de bilheteria mundial e disponível nas salas especiais e com telas gigantes IMAX e XPLUS, entre outros. Clientes do UCI Unique, o programa de relacionamento da rede, têm o benefício de pagar meia-entrada em qualquer dia e sessão. Para fazer parte do grupo, basta acessar o site http://www.ucicinemas.com.br/Unique e adquirir o cartão na bilheteria de qualquer cinema UCI.

Para quem deseja uma experiência diferente e divertida, pode optar por ver alguns filmes que estão em cartaz ou até mesmo grandes sucessos já lançados na Sessão Amigos, um serviço que garante sessões privadas para grupos de até 20 pessoas. Para comprar os ingressos é só acessar ucicinemas.com.br/sessaoamigos. A reserva precisa ser feita com pelo menos cinco dias de antecedência e as sessões privadas podem ser realizadas todos os dias. Os valores variam de R$200 a R$600 por sessão. Outra boa opção é a Segunda Mania. No primeiro dia da semana, os filmes da rede UCI têm ingressos com um valor especial (R$15,00 inteira e R$7,50 a meia-entrada). Na sala UCI IMAX, o valor do ingresso é R$20,00 e R$10,00, respectivamente.

SEGURANÇA E CONFORTO - A Rede UCI tem como missão oferecer aos seus clientes a melhor experiência no cinema e, desde o início da pandemia, vem aprimorando os protocolos de segurança para prevenção da Covid-19. O seu principal diferencial está na implementação de um sistema exclusivo de ar condicionado nas suas salas de todo o Brasil: o iWave, um sofisticado equipamento com polarizadores de íons que destrói qualquer tipo de microorganismo e vírus. Além disso, a rede segue à risca o protocolo obrigatório recomendado pelas autoridades de cada cidade e pela OMS (Organização Mundial de Saúde). A higienização das salas é intensificada a cada sessão e conta com dispensers de álcool em gel espalhados pelos complexos. Além da utilização de máscaras ser obrigatória para funcionários e clientes, as bilheterias e bombonières estão equipadas com escudos de acrílico de proteção. Para evitar aglomerações, as vendas são controladas por um sistema que bloqueia automaticamente os assentos próximos aos já ocupados. O espaçamento ideal entre os clientes também é indicado com marcadores de piso na bombonière, na bilheteria, nos terminais de autoatendimento e no acesso às salas. Neste link, mais informações sobre os protocolos de segurança adotados pela Rede UCI: http://www.ucicinemas.com.br/protocolo

Mais informações sobre a compra de ingressos, valores e programação, basta acessar o site oficial da rede: https://www.ucicinemas.com.br/

quarta-feira, 16 de junho de 2021

Invocação do Mal - A Ordem do Demônio


Terror Invocação do Mal - A Ordem do Demônio [The conjuring - The devil made me do it, Estados Unidos, 2019], de Michael Chaves é o terceiro filme da franquia Invocação do Mal, iniciada em 2013 baseado em casos reais do casal Ed e Lorraine Warren, que buscavam encontrar a verdade nos acontecimentos sobrenaturais. Já temos no universo, Annabelle (2014) de John R. Leonetti, Invocação do Mal 2 (The Conjuring 2: The Enfield Poltergeist, 2016) de James Wan, Annabelle 2 - A Criação do Mal (Annabelle: Creation, Estados Unidos, 2016) de David F. Sandberg e A Freira (The Nun, Estados Unidos, 2018) de Corin Hardy

A história assustadora de um assassinato e um desconhecido mal que chocou até os experientes investigadores de atividades paranormais Ed e Lorraine Warren. Um dos casos mais sensacionais de seus arquivos, começa com uma luta pela alma de um garoto, depois os leva para além de tudo o que já haviam visto antes, para marcar a primeira vez na história dos Estados Unidos que um suspeito de assassinato alega ter tido uma possessão demoníaca como defesa.


A trama envolve esse que foi um dos casos mais emblemáticos na carreira dos investigadores. No filme, um jovem comete um assassinato e, no tribunal, alega que o demônio foi o verdadeiro culpado. Foi a primeira vez na corte que um réu usou como defesa a possessão demoníaca.


Arne Cheyenne Johnson realmente fez história no sistema judicial dos Estados Unidos. O caso aconteceu em fevereiro de 1981. Cheyenne estava com sua namorada, Debbie Glatzel, a irmã, uma prima de Glatzel e o senhorio deles, Alan Bono. Todos beberam bastante no almoço, e quando as garotas foram comprar uma pizza, Glatzel sentiu que algo estava errado e quis voltar depressa.

Quando as garotas retornaram, houve uma discussão envolvendo Bono, que estava agitado e embriagado e havia agarrado o braço da prima de Gratzel, Mary, de somente 9 anos. Cheyenne tentou fazê-lo soltar e logo Bono estava sangrando após ter sido esfaqueado repetidas vezes pela faca que Cheyenne carregava no bolso.
 
Arne Cheyenne foi encontrado vagando, e afirmou não se lembrar do acontecido. No dia seguinte, entretanto, Lorraine disse que Cheyenne estava sob possessão demoníaca quando o assassinato foi cometido, e o advogado de defesa, Martin Minella, seguiu por essa linha de defesa. A mídia fez um grande barulho pelo caso, ainda mais depois de constatar o envolvimento de Ed e Lorraine.

Mas, diferente do que parece, as coisas não foram repentinas assim. A família Glatzel estava em uma luta contra o demônio há alguns dias já. De acordo com eles, o pequeno David Glatzel foi a primeira presa da entidade, e percebeu logo que havia uma presença que queria causar mal à família. David apresentava todos os sinais claros de possessão, e os Warren fizeram um pedido formal para que padres executassem um exorcismo no garoto. O processo levou dias até que, de acordo com testemunhas, o demônio deixou o corpo de David — somente para se instalar no corpo de Arne.

O julgamento de Arne começou em outubro de 1981, mas o juiz que presidia o caso, Robert Callahan, não aceitou a defesa levantada por Minella. Em 24 de novembro, Arne Cheyenne Johnson foi condenado de 10 a 20 anos de prisão por homicídio em primeiro grau.

O filme não tem o mesmo naipe dos excelentes anteriores dirigidos por James Wan, no entanto, é sempre interessante ver filmes sobre a temática possessão demoníaca. É nítido nesses filmes, como a palavra tem poder, em ela simplesmente ser lida, já tem o poder de afastar os espíritos malignos. Me chamou atenção nesse filme, o uso de artefatos, para a concretização do agir maligno. 

A Bíblia nos dá alguns exemplos de pessoas sendo possuídas ou influenciadas por demônios. Nestes relatos podemos encontrar alguns sintomas de influência demoníaca e também ter entendimento de como um demônio possui alguém. Seguem-se algumas passagens bíblicas: Mateus 9:32-33; 12:22; 17:18; Marcos 5:1-20; 7:26-30; Lucas 4:33-36; Lucas 22:3; Atos 16:16-18. Em algumas destas passagens, a possessão demoníaca causa enfermidade física, como inaptidão para falar, sintomas de epilepsia, cegueira, etc. Em outros casos, faz com que a pessoa faça o mal, e disso Judas é o maior exemplo. 

Na passagem de Atos 16:16-18 o espírito aparentemente dá à menina escravizada a habilidade de conhecer coisas além de seu próprio entendimento. No caso do endemoniado da província dos gadarenos, que estava possuído por um grande número de demônios, ele tinha força sobre-humana, vivia nu e tinha sua morada nas sepulturas. Outro exemplo, diz respeito ao Rei Saul, que depois de se rebelar contra o SENHOR, foi perturbado por um espírito do mal (I Samuel 16:14-15; 18:10-11; 19:9-10), com o efeito aparente de uma depressão e crescente desejo e disposição para matar Davi.

Desta forma, há uma grande variedade de possíveis sintomas de possessão demoníaca, como um dano físico que não possa ser atribuído a nenhum problema fisiológico real, mudanças de personalidade tais como grande depressão ou agressividade fora do normal, força sobrenatural, uma falta de modéstia ou “normal” interação social, e talvez a capacidade de compartilhar informações que ninguém poderia saber naturalmente.

A Escritura repetidamente relaciona a adoração a ídolos com a real adoração a demônios (Levítico 17:7; Deuteronômio 32:17; Salmos 106:37; I Coríntios 10:20), então não deveria ser surpresa que este envolvimento com tais religiões e práticas a elas associadas possam levar à possessão demoníaca. Há algo que não podemos esquecer. Satanás e seu exército do mal nada podem fazer a ninguém a não ser com a permissão do Senhor (Jó 1,2)

Há quem critique um cristão ver filmes de terror. No entanto, meu pensamento é totalmente oposto, devemos conhecer os principados e potestades do ar, para que no nome de Jesus, possamos enfrentá-los e não ficarmos como padres, recitando latim e jogando água benta, não fazendo efeito nenhum sobre os demônios. Os créditos finais do filme, assim como nos anteriores, mostram fotos dos envolvidos na história contada e corroboram a sensação de veracidade dos fatos.

Segue trailer de Invocação do Mal - A Ordem do Demônio:




sexta-feira, 11 de junho de 2021

terça-feira, 8 de junho de 2021

6 Anos do Luca Izahel

 

Neste 8 de junho, celebramos os 6 aninhos do Luca Izahel. Foi uma oportunidade também para receber parentes queridos no apartamento.





Mais cedo, fizemos uma celebração com os amiguinhos da escola.



Segue vídeo do momento dos Parabéns:



Compartilhar