quinta-feira, 19 de abril de 2018

Vivendo com o coração grato diante de Deus



Que darei eu ao Senhor, por todos os benefícios que me tem feito? Tomarei o cálice da salvação, e invocarei o nome do Senhor. Pagarei os meus votos ao Senhor, agora, na presença de todo o seu povo. (Salmos 116:12-14)

O que podemos fazer, diante de tudo que recebemos de Deus? 

1. Ter comunhão com o sangue de Cristo; 
2. Invocar o nome de Jesus; 
3. Cumprir com a palavra.

Hoje, as pessoas querem receber algo, sem ter que dar algo em troca. No entanto, nada se consegue sem que se pague um preço. Nem a salvação vem de graça, pois foi pago um alto preço na cruz. É muito fácil querer receber e não querer dar nada em troca. Quando agimos assim, mostramos o quanto nossa vida está ligada apenas ao nosso bel prazer.

Temos a tendência de sempre buscar o que é nosso sem pensar naquilo que pode agradar o outro. Dar algo a alguém, quer seja uma retribuição ou uma recompensa, está ligada a um sentimento muito raro em nosso tempo que é a gratidão.

Gratidão é um sentimento, que deve ser demonstrado ao sabermos que uma pessoa fez uma boa ação, um auxílio, ou favor a outra. Gratidão é uma espécie de dívida. Vivemos endividados!!! Tanto perante os irmãos, e principalmente perante a Deus.

Davi era um homem que vivia com um coração sincero e grato diante de Deus. É muito fácil ser grato a Deus quando tudo vai bem na nossa vida. Porém, há momentos em nossa vida que as coisas não dão certo e muitas vezes pagamos pelo preço de nossos atos. Às vezes este sentimento de gratidão é testado por algumas situações e circunstâncias desfavoráveis. E foi o que aconteceu com o rei Davi. Num certo momento, Davi deixou ser levado pela situação e acabou pecando diante do Senhor quando resolveu contar o número do seu povo.

Diz a bíblia que Satanás se levantou contra Israel e incitou Davi a fazer um senso. Se formos analisar não há nada de errado em contar o povo e fazer um senso. Só que no caso de Davi, ele queria saber quem poderia contar e lutar. Como diz as Escrituras, Davi queria saber quem poderia “puxar a espada”. (1 Crônicas 21:5).

O que mais desagradou o Senhor foi o fato de Davi naquele momento ter acreditado mais no número de seus guerreiros do que no poder de Deus. Com isso, acabou Israel sofrendo um castigo que previamente poderia ser escolhido. Entre esses castigos estavam 3 anos de fome, 3 meses consumido pela espada do inimigo ou 3 dias em que a peste dominaria sobre Israel trazendo destruição. Diz as Escrituras que a punição foi uma peste em Israel e nisso morreram 70 mil homens. (1 Cr 21:7-14).

Davi poderia ter nesse momento se indignado profundamente com o Senhor pelo fato desse juízo. Também poderia ter sido ingrato pelo fato do Senhor ter feito tamanho mal ao seu povo. A ingratidão sempre se manifesta quando as coisas não são conforme aquilo que desejamos. Apesar disso, Davi não se precipitou em seus atos. Nesse meio tempo o Senhor se arrependeu do mal que fizera, fazendo com que a destruição cessasse.

Diz a palavra de Deus que apesar disso, que olhando para o alto, Davi enxerga um anjo com a espada desembainhada para destruir Jerusalém, mas nesse momento Davi se prostra diante de Deus, junto com os anciãos e começa a orar. (1 Cr 21:16-17). Muitas pessoas poderiam murmurar ao ver essa cena. Mas Davi sabia o que era preciso ser feito. Sabendo do sofrimento do seu povo resolve tomar para si a dor do povo e coloca-se diante de Deus para ser punido.

Mas nessa hora um anjo aparece para Davi e manda ele erguer um altar ao Senhor em razão do castigo. O lugar escolhido foi na eira de um homem chamado Ornã, que era jebuseu. Chegando lá , Ornã se prostra diante do rei. Nesse momento Davi resolve ir a ele pedir aquele lugar para o altar ao Senhor.

O mais interessante desse relato é que como rei, Davi poderia ter reivindicado aquela terra para si. Mais isso nem ao menos foi preciso, pois partiu do próprio Ornã essa tarefa de oferecer aquele lugar, bem como, outros materiais para o sacrifício. A questão da gratidão está nesse momento. Ao receber a proposta deste homem , Davi despreza esta oferta e diz a Ornã:
“Não! Faço questão de pagar o preço justo. Não darei ao Senhor aquilo que pertence a você, nem oferecerei um holocausto que não me custe nada”.(1 Cr 21:24).

O Senhor se agrada quando damos o melhor e não o que nos sobra. Davi era um homem justo diante de Deus e sabia que tudo havia um valor. Aquele lugar tinha um valor, havia um preço a ser pago por ele e que a adoração a Deus não deveria ser feita com algo que ele ganhou de graça.

Existem pessoas que oferecem a Deus qualquer coisa. Muitos usam esta passagem, pensando nos dízimos e ofertas. A questão do dar aquilo que é devido a Deus vai além do valor, está ligado a quem vive com um coração grato.

Esta foi à diferença entre a oferta de Abel e Caim. Deus se agradou da oferta de Abel. Pela fé, Abel ofereceu maior sacrifício do que Caim, pelo qual alcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho dos seus dons, e por ela, depois de morto, ainda fala (Hb 11:4).

Um coração grato é um coração doador e adorador. Um coração ingrato é oposto, dá o que não lhe custa nada e que se pega em qualquer lugar, sem precisar se esforçar. O ingrato não doa, pela sua própria avareza, e se preocupa pensando no que irá perder, não crendo na recompensa do Senhor.

Jesus sempre enfatizou a necessidade de dar:

Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus. (Mateus 22:21)

Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo. (Lucas 6:38 )

Em tudo o que fiz, mostrei a vocês que mediante trabalho árduo devemos ajudar os fracos, lembrando as palavras do próprio Senhor Jesus, que disse: 'Há maior felicidade em dar do que em receber'. (Atos 20:35).

Agradecer é bom, mas viver agradecido é melhor ainda!

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Paulo, Apóstolo de Cristo


Na noite desse 16 de abril de 2018, estive na pré estreia do filme Paulo, Apóstolo de Cristo (Paul, Apostle of Christ, Estados Unidos, 2017) de Andrew Hyatt que conta a história de Paulo para os cristãos, perdendo uma oportunidade de usar o cinema para alcançar não convertidos, reduzindo a história do apóstolo para meras citações dos principais versículos escritos por ele, sendo mais um filme contemplativo, do que propriamente uma biografia da vida de Paulo.

O filme se passa no ano 67 D.C., quando Paulo (James Faulkner, de Game of Thrones e Downton Abbey) que fora um dos perseguidores de cristãos mais cruéis de seu tempo, até ter um encontro com o próprio Jesus e a partir desse momento, se tornar um dos apóstolos mais influentes do cristianismo. "Esta afirmação é fiel e digna de toda aceitação: Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o pior". 

Quando ainda se chamava Saulo de Tarso, Paulo dedicava sua vida a perseguir cristãos até que, de acordo com o relato bíblico, teve uma visão de Jesus e se tornou um propagador do evangelho pelo Império Romano. Essa incrível transformação não é apresentada de modo claro no filme, apenas com uso de flashbacks do momento em que ele teve o encontro com Cristo.

O filme acompanha os últimos dia da vida de Paulo em uma prisão romana enquanto o apóstolo aguarda por sua execução. Na cadeia, o influente religioso que escreveu a maior parte dos livros do Novo Testamento recebe a visita de Lucas, o Evangelista (interpretado por Jim Caviezel, sempre excelente) que enfrenta a perseguição para transcrever diversas cartas de Paulo para as crescentes comunidades cristãs. Caviezel retorna aos filmes religiosos depois de interpretar Jesus no excelente A Paixão de Cristo (The Passion of the Christ, 2004) de Mel Gibson. 

O filme tem sérios problemas de ritmo e de roteiro. A ideia de abordar a relação de Lucas com Paulo é interessante, mas torna o filme monótono, desprovido do senso de urgência. O roteiro fica confuso ao usar personagens como Priscila (Joanne Whalley) e Áquila (John Lynch) sendo aqueles que escondem os cristãos em sua propriedade. O uso da trilha incidental não acrescenta, apenas enfatiza o que está sendo mostrado, sendo extremamente brega.

Talvez eu tenha criado muita expectativa nesse novo filme da Affirm Films, o estúdio responsável por produções religiosas como os excelentes Desafiando Gigantes (Facing the Giants, 2006) de Alex Kendrick, À Prova de Fogo (Fireproof, 2008) de Alex Kendrick, Corajosos (Courageous, 2011), Quarto de Guerra (War Room, 2015) de Alex Kendrick, Ressurreição (Risen, 2016) de Kevin Reynolds e até a recente animação Estrela de Belém (The Star, Estados Unidos, 2016) de Timothy Reckart. 

Em 2015 foi anunciado que Hugh Jackman viveria o Apóstolo Paulo em um filme financiado pela  Warner Bros. e anunciado como a produção de temática cristã mais ambiciosa desde A Paixão de Cristo. Segundo o Deadline, Matt Damon e Ben Affleck seriam os produtores do longa-metragem. Não se sabe o status atual da produção, mas muito pouco foi dito sobre o projeto desde então. Aguardar por uma produção mais ambiciosa que aproveite melhor o conteúdo da vida paulina.


Paulo, Apóstolo de Cristo, estreia em 3 de maio nos cinemas. Confira o trailer:

domingo, 15 de abril de 2018

2ª Etapa do CCO 2018 no Engenhoca Parque Aquiraz/CE


Na manhã deste 15 de abril de 2018, estive com a família na 2ª Etapa do XIV Campeonato Cearense de Orientação 2018, realizado pelo Clube de Orientação Fortaleza (Cofort), com o apoio da Federação Cearense de Orientação no Parque Engenhoca, município de Aquiraz/CE.

Os mapas foram confeccionados utilizando-se a Especificação Internacional para Mapas de Orientação 2017 (ISOM 2017) nas escalas de 1:15.000, 1:10.000 e 1:7.500, todos com equidistância de 5 metros. Foram fornecidos 7 pontos de água para os atletas durante o percurso e frutas e dindin na concentração após a chegada, assim como o acesso as atrações do parque Engenhoca.

O CODL contou com 40 atletas inscritos, mas com a presença de apenas 37 deles, que tiveram excelentes resultados. Foi a primeira prova oficial do José Fernando pelo CODL, praticando orientação aqui no Ceará. Ele completou seu percurso H Sen B em 2h18min29seg! Dona Sâmia foi uma valente na D Vet N e completou seu percurso em 2h24min30seg. Já a Sara, fez o percurso em 1h20min17seg na categoria D Juv N. 


Eu conquistei o terceiro lugar da categoria H Adu B, num tempo de 1h26min10seg, o vencedor da categoria, João Rodrigues Pinto Filho, fez o percurso em 1h17min02seg. Foi uma manhã maravilhosa, com a família orientista, que está crescendo à cada dia.





sexta-feira, 13 de abril de 2018

Série B 2018: Fortaleza 2 x 1 Guarani


Após 8 anos de uma longa espera, finalmente veremos novamente o Fortaleza na Série B, logo no jogo de estreia da competição.

Fui para o jogo de ônibus, pegando o Passaré/Centro (633) na Av. Aguanambi e descendo na Alberto Craveiro. Chegando lá, fui ao banheiro e já me encontrei com o Adriel. Lanchamos coxinha com água e já nos assentamos para acompanhar a partida.

Devido o horário do jogo (19h15), a torcida foi chegando já com a bola rolando. Até os times tiveram problemas para chegarem no horário, o próprio Fortaleza já entrou em campo com o hino sendo executado, quebrando o protocolo.

O primeiro tempo foi movimentado, mas o que o Leão teve de vontade, faltou de objetividade. Só na segunda etapa saíram os gols da partida. Nosso lateral direito Tinga fez uma bela jogada pela direita, puxou para o meio e finalizou de esquerda marcando um belo gol.

Após marcar o gol, devido a grande intensidade mostrada pelo time, o Guarani foi pra cima e conseguiu o gol de empate numa bola alçada na área, onde o goleiro Mateus Inácio deu rebote numa cabeçada de Caíque, proporcionando o gol de Pedro Beluzo.

O Fortaleza insistiu na vitória em seu jogo de estreia em casa, após 8 anos na Série C e voltou a pressionar. Rogério Ceni lançou o time ao ataque, fazendo boas substituições, mas o gol da vitória só veio aos 49 minutos, numa linda cobrança de falta de Gustavo, que correu para abraçar o técnico que tem lhe orientado a cobrar faltas.

Veja os gols da partida:


FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 2 x 1 GUARANI
FORTALEZA - Matheus Inácio; Tinga, Adalberto, Diego Jussani e Bruno Melo; Jean Patrick (Wallace), Derley, Alan Mineiro (Dodô) e Edinho; Osvaldo (Wilson) e Gustavo. Técnico: Rogério Ceni.
GUARANI - Bruno Brígido; Lenon, Philipe Maia, Anderson e Marcílio; Denner (Luan), Ricardinho, Kevin (Serafim), Rondinelly e Caíque; Pedro Bortoluzo (Edson Silva). Técnico: Umberto Louzer.
GOLS - Tinga aos 18, Pedro Bortoluzo, aos 29, e Gustavo, aos 49 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS - Fabinho (Fortaleza); Philipe Maia, Ricardinho, Bruno Brígido e Marcílio (Guarani).
ÁRBITRO - Claudio Francisco Lima e Silva (SE).
RENDA - R$ 90.594,00.
PÚBLICO - 12.814 pagantes.
LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Na fisioterapia do tornozelo


Nesses dias iniciei o tratamento de fisioterapia em meu tornozelo direito.

Na foto acima, em minha terceira sessão, estou acompanhado do Adeilson, que foi fazer a avaliação de seu tratamento no cotovelo.

Não basta sermos os únicos homens do setor financeiro do Agropolos, estarmos vinculados ao mesmo contrato, termos a mesma formação, sermos os primeiros a chegar e algumas os últimos a sair, temos que fazer fisioterapia juntinhos também...

Deixando o Sahel na Escola (1º bimestre/2018)


Esta semana passei a levar meu filho pra escola de ônibus. Até então, costumava ir com ele de carro, onde ele ia geralmente dormindo. Tem sido uma experiência fantástica estar com ele descendo e subindo nas conduções e graças a integração, às vezes pegamos três ônibus para chegarmos ao nosso destino e tem sido uma benção.

Hoje por exemplo, vimos o Rogério Ceni correndo na Praia de Iracema... Após deixá-lo na escola, tenho corrido até o trabalho e como tem sido revigorante voltar a praticar corrida diariamente, após cuidar do meu tornozelo que estava reclamando...

Filho, estou muito contente com as notas que você tirou neste primeiro bimestre de 2018, isto mostra o quanto eu e sua mãe lhe amamos e nos dedicamos a lhe ensinar diariamente. Tem sido uma batalha pagar sua mensalidade escolar em dia, mas ficamos felizes por você honrar com nosso sacrifício.

quarta-feira, 11 de abril de 2018

O Homem das Cavernas


Animação da Aardman Animations O Homem das Cavernas (Early Man, Reino Unido, 2017) de Nick Park surpreende abordando o tema futebol desde os tempos da idade da Pedra. Tem seus problemas de ritmo, mas é sempre bacana ver a arte de animação stop-motion, com uso de massinha de modelar na tela grande.

A produção narra a história do corajoso herói Doug (Marco Luque, na dublagem nacional) e seu melhor amigo Porcão (Nick Park), que trabalham juntos na união da tribo. A vida no Vale é perfeita para ele e sua adorável tribo desajustada. Mas o desastre ocorre quando eles são forçados a sair de suas casas pela poderosa tribo da Idade do Bronze. Doug se recusa a aceitar a derrota e, quando ele se encontra no coração do território inimigo, ele aposta sua casa e o futuro de sua tribo em um jogo que eles nunca viram ou jogaram antes, uma partida de futebol!


O filme se passa no início dos tempos, quando as criaturas pré-históricas viviam na terra, onde o Chefe Bobnar é o líder de uma pequena tribo que vive em um vale onde caçam coelhos. Uma noite, a tribo do chefe Bobnar é expulsa de seu vale por um exército Idade do Bronze liderado por Lorde Nufi que afirma que a Era do Bronze começou. Eles são forçados a viver nas vulcânicas terras baldias fora dele. Um jovem homem das cavernas chamado Doug tenta atacar, mas cai em uma cesta.

O exército, sem saber, transporta Dug para a cidade da Idade do Bronze. Ele tenta escapar da cidade, mas é forçado a se esconder dos guardas de Lorde Nufi. Ele é confundido com um jogador em um jogo público de associação de futebol e saiu para o campo. Em frente ao Lorde Nufi e aos espectadores no estádio, ele desafia o time local a um jogo e ataca Lorde Nufi: se o time ganhar, eles irão recuperar o vale. Se perderem, terão que trabalhar nas minas para sempre. Nufi, a princípio desprezível, aceita seu acordo sabendo que ele ganhará a grana com isso.

Doug percebe que seus próprios ancestrais inventaram e jogaram futebol, mas sua tribo é na sua maioria muito fraca para entender. Depois de algum treinamento infrutífero, seu passo é destruído e a bola é perfurada. Doug e seu javali animal de estimação Porcão se esgueiram na cidade da Idade do Bronze para roubar mais bolas. Eles conseguem com a ajuda de uma residente local chamada Guna, que sonha em jogar futebol, mas as equipes locais excluem as mulheres.

Em vez disso, ela se junta ao time de Doug e os treina. Ela sugere que, enquanto o time da cidade tem jogadores talentosos, eles têm um trabalho de equipe minúsculo. À medida que o jogo se aproxima, o time de Doug faz grandes melhorias. Lorde Nufi é visitado por um Pássaro Mensageiro da rainha Oofeefa, que o avisa de levar a equipe de Doug a sério. Ele tenta desencorajar Doug ao revelar que os antepassados ​​da tribo eram realmente ruins no futebol e desistiram. Lorde Nufi então oferece a Doug um acordo alternativo.

Chega o dia da partida e a Rainha Oofeefa está presente. Doug aparece e, em vez disso, anuncia que ele aceitará a oferta alternativa de Lorde Nufi: que seu time perde e só ele vai trabalhar nas minas enquanto o resto de sua tribo será poupado. No entanto, o resto da tribo chegou e convencem ele de que eles deveriam seguir o jogo. Depois de marcar um gol antecipado, eles encontram-se perdendo por 3 x 1 até o intervalo. No segundo tempo, eles melhoram seu jogo e igualam o placar.

Descontente, Lorde Nufi derruba o árbitro e assume o controle, fazendo decisões tendenciosas, como a concessão da equipe da cidade, um desnecessário penalti. Bobnar, o goleiro, é nocauteado e Doug é obrigado a deixar Porcão jogar na equipe. Porcão salva o penalti e a bola volta a jogar. Doug marca o gol vencedor nos minutos finais do jogo e ganha de virada por 4 x 3.

Como a recompensa, a tribo pode retornar ao vale, tendo conquistado o respeito da rainha Oofeefa, da equipe adversária e da multidão. Lorde Nufi tenta escapar na roupa do mascote, mas é interrompido por Guna e revelou estar roubando a grana. No fim, Guna junta-se a Doug e a sua tribo que saem em caçada.

Com roteiro escrito por Mark Burton e James Higginson, a a versão original conta com um baita elenco com nomes como: Tom Hiddleston, Eddie Redmayne, Maisie Williams, Timothy Spall, Richard Ayoade, Nick Park, Mark Williams, Miriam Margolyes, Rob Brydon, Johnny Vegas, Kayvan Novak, Selina Griffiths, Simon Greenall, Gina Yashere, Luke Walton e Ben Whitehead.

Acompanhe o trailer de O Homem das Cavernas:

domingo, 8 de abril de 2018

Concurso Detran para Agente de Trânsito e Trasporte


Na manhã deste 8 de abril de 2018, fui na Escola Adelia Brasil Feijó no Conjunto Esperança, realizar a prova do Concurso Detran para Agente de Trânsito e Trasporte.

Não achei a prova difícil, com exceção de algumas questões de Informática. Se tivesse me dedicado aos estudos, certamente teria um bom resultado. Fiz a prova de Gabarito 3. Segue gabarito preliminar.

sábado, 7 de abril de 2018

Identidade Missional: Quem eu sou em Cristo?


Na tarde deste 7 de abril de 2018, estive em mais um sábado da liderança, após quase um ano sem conseguir estar nestes encontros tão fabulosos, voltei a participar desse momento tão precioso. 


Tivemos um momento de lanche (frutas, biscoitos e sorvete!) e depois um momento de louvor com Isaías 9 do Rodolfo Abrantes, Tão Profundo do Vineyard, Nossa Riqueza do Paulo César Baruk e a linda canção Identidade de Daniel Almeida.

O Aristides deu alguns importantes avisos, destacando as reformas que ocorrerão no Campus Pedras, que deixará o local mais lindo e útil do que ele já é. Falou-se especialmente da troca da manta que cobre a Tenda que ocorrerá em junho, com os cultos sendo realizados no estacionamento nesse período, em culto único as 18h.

Posteriormente, na vibe do Liderança em Movimento, tivemos um precioso momento com o Nando Velasco, estudando acerca da Identidade Missional, com os quatro P's (proximidade, presença, poder e ). Me chamou atenção o interesse do meu filho em participar do momento, escrevendo acerca de cada ponto, nas diversas esferas (Casa, Comunidade e Cidade).

Treino de Orientação no 10º Depósito de Suprimento


Na manhã deste sábado, 7 de abril, os atletas do Clube de Orientação Desporto e Lazer estiveram no 10º Depósito de Suprimento, aproveitando as instalações militares, e a pista que foi utilizada no evento de comemoração de 75º Aniversário da Unidade Militar para realizarmos um treino preparatório em vista as competições do Campeonato Cearense de Orientação.



Houve três percursos: Bravo, Alfa e Elite, que foram utilizados para aperfeiçoar técnicas de navegação dos atletas do Clube. Tivemos 27 atletas presentes! Foi uma manhã de muito aprendizado...

Os instrutores, Aquino, Manu e Ronald foram se revezando no trabalho de instruir, abordando os aspectos básicos da Orientação: aferição do passo duplo, escala da carta, trilhas indistintas, ponto de ataque e outros. Após isso, os atletas foram liberados para concluírem os percursos individualmente.





sexta-feira, 6 de abril de 2018

Avaliação do triênio 2015/2017 da SDA


Neste 6 de abril de 2017, acompanhei a avaliação do triênio 2015/2017 da SDA (Secretaria de Desenvolvimento Agrário) grande parceira do Instituto Agropolos do Ceará. Na ocasião, houve também a despedida do Secretário Dedé Teixeira da pasta que ocupou nos últimos três anos. 


No evento, também foi lançado o livro “Ceará Rural”, inaugurado o novo prédio do Projeto Paulo Freire e o Centro de Convivência Raimundo Crizanto Albuquerque Pereira. Foi servido um delicioso coquetel.

terça-feira, 3 de abril de 2018

Madame


Comédia dramática francesa Madame (França, 2017) de Amanda Sthers apresenta uma análise sobre a diferença de classes, com bom humor, uma pitada de romance e sendo uma sutil crítica social bem pertinente.

Recém-chegados em Paris, os ricos americanos Anne (Toni Collette) e Bob (Harvey Keitel) organizam um luxuoso jantar para 12 pessoas. Quando uma presença inesperada faz o número virar 13, a ssim a supersticiosa anfitriã se recusa a dar chance ao azar e transforma a empregada Maria (Rossy de Palma) em uma convidada especial espanhola. 

Inicialmente receosa, Maria acaba conquistando um comerciante de arte britânico com seu jeito único e o relacionamento se aprofunda para além da noite de festa, para desespero dos controladores patrões de Maria. Sendo quase que uma história de Cinderela moderna.

Confira o trailer de Madame:

domingo, 1 de abril de 2018

7 Anos do Pedro Sahel


Na noite deste 1º de abril de 2018, celebramos o aniversário do Sahel em família, com pizza e um saboroso bolo que a Mariana preparou.


Na manhã do dia 2, foi a vez de celebrarmos na Escola do Sahel com seus colegas de estudo e à noite com os vizinhos da rua. Foram três festas pra celebrar essa data tão especial.

Caça aos Ovos na Assefaz


Na manhã deste 1º de abril de 2018, fui na Colônia de Férias da Assefaz ajudar na caça aos ovos da criançada.

Escondemos pistas e distribuímos os ovos de maneira justa e igualitária.

sexta-feira, 30 de março de 2018

Le Cirque África


Na noite desse 30 de março de 2018, fui com a família e a trupe dos Marcelino para o Circo!

Passamos o dia desmontando móveis e carregando, daí chegou à noite, largamos tudo e fomos ser feliz!

O Le Cirque África está montado no shopping Iguatemi e conta com atrações bem divertidas, dentre elas, o Kong e o Bumblebee, além do palhaço, dos trapezistas, malabaristas e do globo da morte.

Compartilhar