quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Star Trek - Sem Fronteiras em 3D


Na noite deste 8 de setembro de 2016, fui conferir Star Trek - Sem Fronteiras (Star Trek Beyond, 2016) de Justin Li no Cinépolis Rio Mar.

Gosto de acompanhar a jornada épica da nave Enterprise e sua destemida tripulação. Neste episódio, a tripulação explorará os limites mais longíquos das galáxias e enfrentará um perigoso e misterioso inimigo, que colocará a Federação à prova.

Kirk (Chris Pine), Spock (Zachary Quinto) e a tripulação da Enterprise encontram-se no terceiro ano da missão de exploração do espaço prevista para durar cinco anos. Eles recebem um pedido de socorro que acaba os ligando ao maléfico vilão Krall (Idris Elba), um insurgente anti-Frota Estelar interessado em um objeto de posse do líder da nave. A Enterprise é atacada, e eles acabam em um planeta desconhecido, onde o grupo acaba sendo dividido em duplas.

Não achei o filme tão empolgante quanto seus antecessores dirigido pelo sempre espetacular J. J. Abrams Star Trek (2009) e Star Trek: Além da Escuridão (2012). Como de costume, tenho achado o 3D desnecessário, ele mais atrapalha que beneficia a experiência cinematográfica.

Confira o trailer de Star Trek - Sem Fronteiras:

Um comentário:

  1. Me parece muito interessante os filmes por que são muito interessantes, podemos encontrar de diferentes gêneros. De forma interessante, o criador optou por inserir uma cena de abertura com personagens novos, o que acaba sendo um choque para o espectador. Desde que vi o elenco de Star Trek Sem Fronteiras imaginei que seria uma grande produção, já que tem a participação de atores muito reconhecidos, pessoalmente eu irei ver por causo do ator Idris Elba, um ator muito comprometido. Eu vi recentemente Idris Elba em The Dark Tower. É uma historia que vale a pena ver. Para uma tarde de lazer é uma boa opção. A direção de arte consegue criar cenas de ação visualmente lindas.

    ResponderExcluir

Isso! Comente! Faça um blogueiro feliz!

Compartilhar